Connect with us

Economia

Isabel dos Santos perdeu 100 milhões de dólares em 2019 mas continua a ser a mulher mais rica de África

Redação

Published

on

Isabel dos Santos continua a ser a mulher mais rica de África, apesar da investigação de que está a ser alvo em Angola e em Portugal e da degradação consequente de uma série de ativos. Mas, segundo o site da revista CEO World, a filha mais velha do ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos continua a ter o seu ‘pé de meia’ e ninguém deve ficar excessivamente preocupado com a sua subsistência: a fortuna está avaliada em 2,2 mil milhões de dólares, uma descida de 100 milhões em relação a 2018.

Sublinhe-se que os dados avaliados se referem ao ano económico de 2019, refere a revista: o arresto de bens e contas bancárias em Angola foi decretado no final de dezembro e em Portugal já durante o mês de março – afinal, talvez haja aqui um espaço para a preocupação. O impacto destas medidas na avaliação da fortuna de Isabel dos Santos só se poderá fazer sentir na lista dos mais ricos de África do próximo ano, embora no ranking diário da Forbes, disponível online, a fortuna da empresária angolana está esta quinta-feira, 20 de fevereiro, avaliada em 2 mil milhões de dólares.

A empresária angolana é a 14.ª pessoa mais rica de África, numa lista liderada pelo nigeriano Aliko Dangote, presidente da Dangit Cement, que tem uma fortuna avaliada em 10,1 mil milhões de euros. O empresário nigeriano lidera igualmente a lista dos mais ricos de África da Forbes, um ranking no qual Isabel dos Santos surge na 13.ª posição, com o mesmo valor atribuído à sua fortuna. A diferença entre as duas publicações deve-se à inclusão do empresário Nathan Kiesh, do Eswatini na listagem da CEO World.

O top três é completado pelo egípcio Nassef Onsi Sawiris (oito mil milhões) e pelo nigeriano Mike Adenuga (7,7 mil milhões), num ranking que contempla 25 africanos com fortunas superiores a mil milhões de dólares listados, enquanto a lista da Forbes apresenta apenas 20.

Segundo a CEO World, a África do Sul é a casa de mais multimilionários africanos (8), seguida do Egito (6), Nigéria (4) e Marrocos (2). Algéria, Angola, Eswatini, Tanzânia e Zimbabué têm apenas um representante.

Para além de Isabel dos Santos, nesta lista surge só mais uma mulher, a nigeriana Folorunsho Alakija, vice-presidente da Famfa Oil, que ocupa a última posição, com uma fortuna avaliada em mil milhões de dólares.

 

C/ JE

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *