Conecte-se agora

Politica

Isabel dos Santos diz que são “falsas e infundadas as afirmações” do Governo

Redação

Publicados

on

isabel dos santos diz que são "falsas e infundadas as afirmações" do governo - ISABEL DOS SANTOS - Isabel dos Santos diz que são “falsas e infundadas as afirmações” do Governo

Isabel dos Santos volta a entrar em rota de colisão com o Presidente da República de Angola. Desta vez, o ponto da discórdia é a Marginal da Corimba e o afastamento de uma sua empresa, a Urbinveste, deste projeto. 

Isabel dos Santos, classificou de falsas e infundadas as afirmações que levaram o Presidente João Lourenço a anular um decreto com contratos relativos à implementação do projecto Marginal da Corimba, aprovados em 2016 por um despacho assinado pelo ex-Presidente José Eduardo dos Santos, alegando a “sobrefacturação nos valores com serviços onerosos para o Estado”.

Em comunicado, a filha do antigo Presidente José Eduardo dos Santos e proprietária das empresas Urbinveste e Landscape, afirma que são “falsas e infundadas as afirmações da existência de sobrefaturação nos contratos ou no âmbito dos trabalhos da obra de dragagem e construção da Marginal da Corimba, em Luanda”, bem como “também são falsas e infundadas as acusações de imoralidade ou de falta de transparência no processo das obras adjudicadas ao consorcio integrado pela empresa holandesa Van Oord Dredging and Marine Contractors BV e pela Urbinveste”.

Isabel dos Santos acrescenta ainda que o consórcio liderado pela Urbinveste apresenta o valor mais barato por metro quadrado, se comparado com projectos similares no Qatar, Dubai e Indonésia.

A empresária lamenta também o facto de a Urbinveste ser a única empresa a sair do consórcio original de construção de uma nova marginal na capital do país.

No decreto presidencial, Lourenço diz que os contratos agora anulados impunham “contra-prestações manifestamente desproporcionadas, em violação dos princípios da moralidade, da justiça, da transparência, da economia e do respeito pelo património público, subjacentes à contratação pública”.

 

C/ VOA

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Colunistas

Ana Margoso
Ana Margoso (14)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (239)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (12)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (13)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Lazarino Poulson
Lazarino Poulson (1)

Jurista e Especialista em Direito Administrativo

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (14)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (60)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (9)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (7)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação