Connect with us

Economia

Isabel dos Santos decide ceder as acções da Efacec a custo zero

A empresária já terá cedido as ações a custo zero, no entanto, a operação está agora dependente da ‘luz verde’ de um conjunto de investidores institucionais estrangeiros que detém 58 milhões de euros da dívida.

Published

on

A empresária angolana Isabel dos Santos já assinou um memorando de entendimento com o sindicato de bancos credores para ceder as ações da Efacec para o veículo que está a ser criado, noticia o jornal “Expresso”, na edição impressa deste sábado.

O semanário diz que a empresária cedeu as ações a custo zero, não tendo conseguido apurar se a justiça portuguesa terá levantado o arresto das ações para este efeito. Porém, a operação está agora dependente da ‘luz verde’ de um conjunto de investidores institucionais estrangeiros que detém 58 milhões de euros da dívida.

Um sindicato bancário constituído pela Caixa Geral de Depósitos – que está a liderar o processo – o BCP, o Novo Banco, o BPI, o Banco Montepio e o Eurobic/BIC está a negociar a constituição de uma sociedade veículo para os 67,2% que Isabel dos Santos detém na Efacec.

Segundo avançou o jornal “Público, a 15 de fevereiro, o veículo deverá converter as dívidas em capital, tendo esta “aquisição” um cariz temporário já que o objetivo posterior é alienar a um novo investidor. No entanto, o nível de envolvimento de cada banco neste veículo estará, no entanto, ainda a ser negociado, já que o nível de exposição de cada instituição é um critério na definição.

Além da participação de Isabel dos Santos, o restante capital da empresa é detido pelo grupo José de Mello, através da MGI Capital, e pelo Têxtil Manuel Gonçalves.

 

JE

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *