Connect with us

Ciência & Tecnologia

Internet: Cabo Equiano da Google entra em operação na Namíbia para acelerar conectividade

Published

on

O gigante motor de pesquisa Google assinou, recentemente, um acordo de parceria com o grupo pan-africano Paratus, de distribuição de serviços de telecomunicações, para a instalação do cabo Equiano na República da Namíbia e acelerar a conectividade na região austral de África.

A construção da infraestrutura já está concluída, o que vai permitir a expansão progressiva dos seus serviços e, consequentemente, fornecer à Namíbia e ao continente africano maior capacidade de rede e conectividade.

De acordo com o porta-voz do grupo Paratus Namibia, Andrews Hall, com esse acordo estão criadas as condições de “melhoria das infraestruturas para fornecer melhor conectividade e redes de qualidade ilimitada para região da África Austral. É uma meta que pretendemos alcançar de forma rápida e consciente”.

A estação terrestre que também será um ponto de encontro para outros operadores e clientes recolherem e distribuírem a sua capacidade, fornecerá um serviço alternativo à Namíbia e ao resto da SADC, que por sua vez aumenta a redundância para assegurar a estabilidade e a disponibilidade de rede em tempo de actividades amplamente melhorado.

Espera-se que o cabo Equiano, o maior do continente africano, esteja pronto para entrar em serviço no quarto trimestre de 2022, pelo que estima-se que possa fornecer uma capacidade de rede 20 vezes maior do que a do cabo anterior.

A mesma poderá trazer benefícios aos consumidores em toda a região que representa uma intervenção do Grupo Paratus na sua estratégia global de crescimento para fornecer serviços de conectividade com qualidade em África. Prevê-se, igualmente, com o cabo, promover o potencial das empresas e investidores do sector no continente.

Paratus é a rede de qualidade de África, que alberga diversas redes do continente africano, incluindo a angolana ITA. Perspectivando o futuro, o grupo está a investir em infra-estruturas considerados como actor-chave na entrega de serviços de rede integradas em todo o continente.

Em termos administrativos é composta por uma equipa operacional e profissional em seis países africanos, nomeadamente Angola, Botswana, Moçambique, Namíbia, África do Sul e Zâmbia.
A rede estendida da empresa fornece um serviço focado em conectividade via satélite em 28 países de África, alcançando milhares de conexões remotas de clientes, conectando empresas africanas em todo o continente e oferecendo serviços ponta a ponta. A presença do grupo conta também para PoPs (pontos de presença) internacionais na Europa e nos EUA.
Sobre ITA

Em 2019, a ITA reforçou a sua presença no mercado das TIC ao lançar o seu segundo Data Center, o maior e tecnologicamente mais avançado de Angola. A ITA pensa em grande, estabelecendo a meta de fornecer uma rede de qualidade em África.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *