Connect with us

Mundo

Instituto indiano vai enviar 25 milhões de doses da vacina contra malária para África

Published

on

A partir do mês de Maio, o maior fabricante de vacinas do mundo, sediado na Índia, vai começar a distribuir uma nova vacina contra a malária, em África.

O Serum Institute of India (SII) planeia enviar, este ano, 25 milhões de doses da vacina, de baixo custo, denominada R21 e desenvolvida com a Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Moçambique, Chade, República Centro-Africana, República Democrática do Congo e Sudão do Sul serão os primeiros cinco países a receber as doses da R21, disse o Fundo da ONU para a Infância (Unicef) à AFP.
Uganda e Nigéria estão a planear a introdução da vacina no final do ano.

“Oferecemos estas vacinas ao continente africano a quatro dólares (3,65 euros) ou menos no primeiro ano. E a medida que aumentarmos a produção, poderemos baixar o preço um pouco mais”, disse o diretor executivo da SII, Adar Poonawalla.

“A produção pode chegar a 100 milhões de doses por ano”, indicou.

O envio das vacinas deverá começar no final de Abril e a distribuição terá início em Maio e Junho, disse o director de investigação e desenvolvimento da SII, Umesh Shaligram.