Connect with us

Plantão Qatar

Inspiração de Abubakar reascende esperança dos camaroneses

Published

on

A Selecção dos Camarões empatou na tarde de hoje, 27, com a sua congênere da Sérvia por 3-3, em jogo a contar para a segunda jornada do grupo G do Campeonato do Mundo de Futebol do Qatar.

O jogo começou meio tímido, com as duas seleções mostrando-se respeito mútuo, porém, foi a Sérvia que depois do minuto 15 começou a pressionar o último reduto dos camaroneses: Nesta senda, os Sérvios subiram as suas linhas e os camaroneses, na passagem do minuto 29, Jean-Charles Castelletto fez o 1-0 no jogo.

Dali em diante, os Sérvios subiram ainda mais as suas linhas ofensivas “fustigando” os camaroneses que viram a sua baliza sendo “ violada” bem acima do intervalo, nos minutos 45+1 e 45+3 respectivamente por intermédio dos avançados Pavlovic e Savic, levando o jogo ao intervalo por 2-1 a favor da Sérvia.

No início da segunda parte, os Sérvios entraram novamente a pressionar os Camarones, e passados 8 minutos, Mitróvic fez os 3-1 para os Sérvios, deixando desolados os compatriotas de Samuel Etó.

O técnico dos “Leões Indomáveis” foi obrigado a mexer no seu xadrez e foi assim que lançou na partida o avançado Vincent Abubakar, que veio mudar o rumo dos acontecimentos. O ex-avançado do Futebol Clube do Porto mexeu com toda a estrutura de jogo levando a sua equipa completamente ao ataque.

Aos 63 minutos do jogo, Abubakar num passe rascado recebeu a bola do meio campo, conduziu-a até a baliza da Sérvia tirou o defesa com uma finta magistral e fez um “ Cabrito” ao guarda-rede Sérvio que só teve tempo de olhar a “ menina” a dançar nos fundos das malhas fazendo o 3-2 na partida.

Adiante só dava “Leões Indomáveis”, fazendo transições rápidas e cruzamentos a baliza e foi assim que na passagem do minuto 66, novamente Abubakar rascou toda ala direita e fez um cruzamento na área e a bola encontrou o avançado Choupo-Moting que só deve de empurrar fixando o placar final 3-3.

Com este resultado, os camaroneses somaram os seus primeiros 1 ponto e reacendem a esperança para o apuramento a outra fase, na última jornada os “Leões Indomáveis” recebem o todo poderoso Brasil.