Connect with us

Destaque

Início das aulas – Persiste a Venda Abusiva de Material Escolar

Published

on

Por Mirene Cruz

 

Luanda – Embora a Lei de Bases do Sistema de Educação e Ensino estabeleça a gratuitidade do  ensino fundamental, todos os anos tem-se constatado a venda de material escolar, quer no mercado informal, quer formal, o que entra em contradição com o diploma supracitado.

Pais e encarregados de educação na cidade de Luanda manifestam-se preocupados com o preço a que os materiais escolares são comercializados, dado que as autoridades continuam a defender publicamente a gratuitidade do ensino.

Um caderno escolar grande, por exemplo, passou a ser vendido a 2.000 Kwanzas no mercado informal hoje, contra os 800 Kwanzas que eram praticados em finais do ano passado no mesmo mercado, enquanto uma esferográfica custa agora 50 Kwanzas, contra os 15 ou 20 Kwanzas anteriores, e o mesmo valor serve para o lápis.

O preço de venda do material escolar praticado pelo mercado informal difere em muito do circuito formal. Na opinião de Maria de Jesus, vendedora no mercado informal, a subida dos preços do material escolar tem a ver com a tarifa praticada nos armazéns em Luanda, onde são adquiridos.

Uma embalagem de dez cadernos pequenos está a ser vendida a 1.500 Kwanzas pelos grossistas, mais 1.000 em relação ao ano passado. O preço da bata passou de 1.000 a 3.000 Kwanzas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *