Connect with us

Sociedade

“Ingresso para Polícia continuará a ser mediante a transição de efectivos das FAA”

Published

on

A Polícia Nacional perspectiva ter até 2025, duzentos mil efectivos, com vista ao reforço do número de efectivos da corporação em todo território nacional, e o rácio, Polícia/ Cidadão, que ainda está, aquém do desejado.

A informacão, foi avançada nesta quinta-feira, 16, por Paulo de Almeida, Comandante Geral da Polícia Nacional. Durante o encontro de confraternizacão em que o mais alto mandatário da Polícia Nacional manteve com os Jornalistas nesta quinta-feira, Paulo de Almeida, para além de apresentar a nova perspectiva de organização e funcionamento da Polícia Nacional para os próximos tempos, que poderá passar por mais formacão, descartou a possiblidade de concursos públicos de ingresso, de pessoas civis á Polícia Nacional, adiantanto, que o ingresso para Polícia, continuará a ser mediante a transicão de efectivos das forças armadas, para a polícia nacional.

” Para se ser polícia, necessariamente tem que se ter serviço militar cumprido. Disse, Paulo de Almeida no encontro, acrescentando, que enquadramento na Polícia continuará a não ser regular, mas sim, ecpecional.