Connect with us

Economia

Índia pretende reforçar parceria com Angola com mais investimentos

Published

on

Empresários indianos estão interessados em investir em Angola, no âmbito do reforço das relações bilaterais, entre os dois países. A intenção foi tornada pública, nesta terça-feira, 19, em Luanda, pela embaixadora da Índia em Angola, Pratibha Parkar, no encontro que manteve com o ministro da Indústria e Comércio Victor Fernandes.

A diplomata disse que os empresários do seu país pretendem investir, principalmente nas áreas da agricultura, transformação de alimentos, saúde, farmácia, tecnologia de informação e na lapidação de diamantes.

Entretanto, o petróleo, segundo a embaixadora, é a área em que há maiores trocas comerciais entre os dois países, tendo avançado que no capítulo das importações, o volume de investimento está avaliado em cerca de quatro milhões de dólares, ao passo que para as exportações, o investimento actual é de três bilhões. Afirmou ainda que pretendem alargar o investimento para outras áreas de actuação.

Para o ministro Victor Fernandes, a reunião com a embaixadora indiana visou revisar as áreas de cooperação e Angola pretende aproveitar a experiência nas áreas do comércio e da indústria, uma vez que está no processo da formalização da sua economia.

Na reunião, segundo o ministro da Indústria e Comércio, foi igualmente criado um grupo técnico que está a trabalhar na elaboração de “uma lista concreta de oportunidades” das áreas com vantagens mútuas aos dois países.

“Queremos deixar de depender do petróleo e isso só se faz com investimento em outros sectores”.

Sobre as trocas comerciais entre os dois países disse, nesta terça-feira, que o seu país pretende reforçar investimentos em Angola. As principais áreas em que a Índia pretende investir no país são agricultura e indústrias farmacêuticas onde aquele país asiático possui uma vasta experiência e potencial.