Connect with us

Sociedade

INAMET descarta ocorrência de terramotos em três províncias

Published

on

O director-geral do INAMET, Domingos Nascimento, descartou nesta quarta-feira, 12, em Luanda, a ocorrência de tremores de terra ocorridos em Benguela, Cuanza Sul e Huíla.

Em causa estão alegados tremores de terra que teriam ocorrido na sede do município da Quilenda e na cidade da Gabela, município do Amboim, província do Cuanza Sul, nesta quarta-feira, por volta da 01h, durante cerca de 30 e 10 segundos, respectivamente.

Na madrugada desta segunda-feira, cidadãos alegam também terem registado um ligeiro tremor de terra, durante cerca de cinco segundos, na cidade da Ganda e arredores, na província de Benguela.

Domingos Nascimento, que falava aos jornalistas de diversos órgãos de Comunicação Social, esclareceu que a tremura, que ocorreu nas regiões do interior enunciados, não foi um sísmo, por não haver nenhum registo nos aparelhos do INAMET.

O director-geral do INAMET chegou, inclusive, a fazer, diante dos profissionais de imprensa, a apresentação do mapa sísmico do dia 10 de Agosto de 2020, no município da Ganda (Benguela) e Gabela (Cuanza Sul), tendo descartado que tivesse havido algum terramoto.

Ainda de acordo com a nota enviada ao Correio da Kianda, o INAMET, em parceria com a sua congénere da Namíbia, vai realizar um trabalho de averiguação das ocorrências no Cuanza Sul e Benguela.

“Essas actividades já têm acontecido de forma rotineira e não há nenhuma razão para se criar pânico”, disse.

Sobre a ocorrência na Huíla, Domingos Nascimento calcula que tenha sido actividades dos “homens da terra” e não propriamente um sismo.