Connect with us

Economia

Importação de 270 mil toneladas de arroz a cargo de nove empresas

Published

on

Nove empresas foram apuradas para as três fases de importação de 270 mil toneladas de arroz, segundo comunicado do Ministério da Indústria e Comércio divulgado esta terça-feira, 28, pelo JA.

O concurso, segundo o Ministério, foi criado devido “a necessidade de estabelecer regras de transparência, livre concorrência para importação, ao melhor preço, quantidade adequada e continuidade de fornecimento”.

“Nos termos do disposto na alínea a) do n.° 3 do artigo 149. da Lei n.° 41/20, de 23 de Dezembro – Lei dos Contratos Públicos (LCP), e do Despacho n° 035/2024 de 12 de Abril, foi aberto o Procedimento Dinâmico Eletrónico, para Licenciamento de Importação de Arroz branqueado ou semi-branqueado, 5% partido, em sacos de 25 a 50 quilos, tendo como objectivo, complementar a produção nacional para o ano em curso”, diz a nota.

As empresas apuradas são a Noble group S.A, Bsrat General Trading Lda, Beilul Comércio Geral Lda, Merhat Comércio e Indústria Lda, Anseba Lda, Angoalissar Comércio e Indústria Lda, Ros ‘bien Lda, Gulkis e a Hidmona General Lda.

De acordo com o Ministério da Indústria e Comércio, na avaliação, “foi adjudicada a proposta que apresentou o preço mais baixo (Kz420.000 p/toneladas), o qual, tendo como base comparativa, os preços de referência do mercado internacional, e o preço declarado pelos operadores económicos (Kz 700.000/t), registados no sistema Integrado do Comércio Externo – SICOEX, durante os anos transactos, representa uma redução de preço significativa e o país poupa à volta de (Kz.280.000/t), ou seja, uma redução de cerca de 50 por cento”.

Governo vai gastar mais de 220 milhões de dólares com importação de arroz