Connect with us

Sociedade

Identificadas três espécies ameaçadas de extinção no Parque Nacional do Mayombe

Published

on

A Fundação Kissama, em parceria com o Instituto Nacional da Biodiversidade e Conservação (INBC), do Ministério do Ambiente (MINAMB), e o Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO), tem vindo a desenvolver, desde 2020, um programa de estudos da biodiversidade no Parque Nacional do Mayombe, em Cabinda.

Os resultados preliminares destes trabalhos confirmaram a existência de duas espécies mais notáveis do Mayombe, o gorila (Gorilla gorilla) e o chimpanzé (Pan troglodytes), assim como a presença do elefante-da-floresta (Loxodonta cyclotis), todas elas espécies globalmente ameaçadas de extinção.

“No caso do gorila e do chimpanzé foram obtidas as primeiras fotos no nosso país destas espécies em vida, no seu habitat natural. Até à data não foram registadas nem publicadas fotos destas espécies. Confirmou-se não só que o gorila e o chimpanzé ainda persistem no Mayombe, mas as sequências fotográficas revelaram vários grupos, com adultos e crias, indicador da existência provável de uma população significativa”, informa o comunicado enviado ao Correio da Kianda.

Ainda segundo o documento, “estes trabalhos têm incidido sobretudo na realização de inventários de grupos faunísticos de vertebrados terrestres, nomeadamente mamíferos, aves, répteis e anfíbios, sendo que este tipo de informação é absolutamente fundamental para servir de base para toda a tomada de decisão relacionada com gestão do parque, e nunca tinha antes sido realizada de forma estruturada e contínua”, reforça a nota.

Criado em 2011, o Parque Nacional do Mayombe possui um enorme valor patrimonial para a humanidade devido aos seus ecossistemas de grande notoriedade e espécies emblemáticas raras e ameaçadas.

“Este facto reforça a importância do Parque Nacional do Mayombe, num contexto nacional, regional e mundial, e poderá servir de catalisador para estudos futuros e angariação de apoios para a conservação das espécies e gestão do parque”.

Identificadas mais de 250 espécies de aves

Do ponto de vista da avifauna, os trabalhos de campo no Parque Nacional do Mayombe permitiram avistar 256 espécies de aves possibilitando assim produzir uma lista preliminar da qual constam já 24 novas espécies para a lista de Angola.

Os trabalhos de campo continuam no Parque Nacional do Mayombe e deverão ser intensificados nos próximos meses e anos. Foi publicado este ano um artigo científico e um segundo foi já submetido, focado na avifauna, e estão em fase de preparação trabalhos nos restantes grupos taxonómicos, incluindo alguns específicos nas espécies mais emblemáticas tais como os gorilas, os chimpanzés e os elefantes-da-floresta.

Cimeira das três bacias: países discutem preservação das principais florestas tropicais do mundo

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas