Connect with us

Politica

Ida de filhos de Savimbi ao palácio presidencial deixa Costa Júnior à beira de um ataque de nervos

Published

on

Uma delegação integrada por filhos do líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi, será recebida nos próximos dias pelo presidente João Lourenço, no palácio presidencial, na cidade alta, em Luanda.

Segundo informações postas a circular pelo portal Club-k, e confirmada por este jornal, a iniciativa partiu dos próprios filhos de Savimbi, que aquando do enterro das alçadas do seu pai, em Junho de 2019, endereçaram uma carta ao Presidente da República agradecendo pelo papel que teve em ter facilitado o processo de reenterro do falecido líder da UNITA, na aldeia de Lopitanga. Na missiva, os subscritores justificam o pedido, em respeito às tradições africanas, para que fossem recebidos pelo presidente João Lourenço, de forma a apresentar pessoalmente o seu agradecimento.

Entretanto, a decisão do presidente João Lourenço, em atender ao pedido dos filhos de Jonas Savimbi, deixou o presidente da UNITA à beira de um ataque de nervos, numa altura em que Adalberto está sem apoio da família Savimbi na liderança da UNITA.

A família Savimbi no último congresso apoiou a candidatura de Alcides Sakala Simões, alegando ser alvos de perseguição política e afastamento dos lugares de decisão do partido pelo actual presidente, Adalberto Costa Júnior.

“Antes, no decorrer e depois do último congresso do nosso partido, destilaram o seu veneno nas redes sociais e não só, com invenções das mais descaracterizadas possíveis, com objectivos já conhecidos”, dissera Rafael Massanga Savimbi, numa nota publicada pelo Correio da Kianda, em Janeiro do corrente ano.

Rafael Massanga denuncia perseguição política interna na UNITA