Connect with us

Politica

Icolo e Bengo, Cacuaco e Viana estarão juntos em nova província

Published

on

Após o anúncio, na passada sexta-feira, de que o Grupo Parlamentar do MPLA ia propor à Assembleia Nacional a divisão de Luanda, surgiram os questionamentos sobre como seria essa divisão, agora esclarecidos pelo ministro da Administração do Território.

Dionísio da Fonseca explicou, no final da abertura das II Jornadas Parlamentares do MPLA, que decorrem no Cuito, Bié, que o objectivo é ter uma região litoral, e uma outra província que vai englobar os municípios de Icolo e Bengo, Cacuaco, Viana e parte da Quissama.

Entretanto, o representante do MAT realçou que esta ainda é uma proposta que será discutida com a sociedade e no Parlamento.

“Mesmo o nome da província e a sua sede será discutida com a sociedade para procurar reunir consensos possíveis para que a proposta reflicta naturalmente os anseios da população de Luanda”, disse, citado pela Angop.

De recordar, que os deputados já haviam aprovado na generalidade a Proposta de Lei da Divisão Político-Administrativa, que prevê a criação de duas novas províncias a partir da divisão do Moxico (Moxico e Cassai-Zambeze) e do Cuando Cubango, que passariam a ser Cuando e Cubango.

Autarquias: dividir Luanda é desperdício financeiro e de esforço governativo