Connect with us

Sociedade

Huíla regista primeiros casos de conjuntivite hemorrágica

Published

on

Foram registados pelas autoridades na província da Huíla os dois primeiros casos de conjuntivite hemorrágica, que já afectava algumas províncias do país, cujos pacientes estão sob controlo das autoridades sanitárias.

Segundo o director do Gabinete Provincial da Saúde, na Huíla, Paulo Luvangamo, o primeiro caso teve origem num cidadão que vive no Lubango e que deslocou-se a Benguela, para uma a actividade religiosa.

Já o segundo, foi detectado no Lubango pelo centro de saúde da Machiqueira, arredores desta urbe, a um jovem que teve contacto com a sua mãe proveniente de Luanda.

Paulo Luvangamo afirmou que o sector que dirige, continua com a realização de campanhas de sensibilização nas comunidades, para que tomem medidas preventivas.

A conjuntivite hemorrágica, geralmente causada por um vírus, é uma doença caracterizada por inchaço repentino das pálpebras, congestão, vermelhidão e dor nos olhos, podendo ser transmitida através do contacto com objetos e pessoas infetadas.

Luanda, Bengo e Uíge também já informaram sobre casos da doença, cujo tratamento é feito com compressas geladas e lavar os olhos com soro fisiológico várias vezes ao dia.

Ministra alerta para riscos do uso de medicamentos caseiros para tratamento de conjuntivite