Connect with us

Sociedade

Huíla: fome e seca nos Gambos obriga moradores a abandonar suas residências

Published

on

Os moradores de dois bairros do município dos Gambos, na província da Huíla, estão a abandonar as suas residências por causa da fome.

A fome, que os moradores dizem estar a enfrentar, deve-se à seca que assola as duas regiões da província da Huíla.

Segundo os cidadãos afectos aos bairros Tiepeio e Vitiaviva, devido a falta de chuva, várias famílias tiveram que vender as suas cabeças de gado e de bois, uma vez que a actividade agrícola ficou inviabilizada.

Os moradores afirmam que devido a estes problemas, as famílias destes bairros estão a procurar regiões onde podem encontrar comida.

Os moradores que falavam no encontro de auscultação com o administrador municipal dos Gambos, Francisco Barros, para inteirar-se dos principais problemas da região, aproveitaram a ocasião para apontar também a falta de serviços sociais básicos na região, com destaque para vias de comunicação, medicamentos no posto médico local, e merenda escolar às crianças.O Administrador dos Gambos, Francisco Barros, disse que as preocupações apresentadas pelos moradores das duas regiões constam da lista que a administração elaborou para o município.

“A fome e a seca ainda constituem uma preocupação. De momento nós estamos numa situação crítica, intuito intuito muito mais ainda porque antevejo uma crise daqui a dois, três meses”, afirmou.

Para a Localidade de Vitiaviva, que já foi parte do município vizinho do Virei, província do Namibe, Francisco Barros disse que estão previstos acções que visam fortalecer as áreas sociais, sobretudo na educação e na saúde.

Segundo o administração, resolver estes problemas significa “maior aproximação entre nós [administração] e a população”.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *