Connect with us

Sociedade

Huíla: detidas jovens acusadas de matar idosa para ficarem ricas

Published

on

Duas jovens, de 17 e 20 anos de idade, foram detidas esta segunda-feira, 08, na província da Huíla, acusadas de matarem a mando de uma quimbandeira, uma idosa com propósito de fazerem um tratamento tradicional para se tornarem mulheres bem-sucedidas financeiramente.

De acordo com a Direcção de Investigação de Ilícitos Penais na Huila (DIIP), tudo ocorreu no município do Lubango, quando as meninas foram ao encontro da quimbandeira, de 60 anos, pedir uma porção mágica para serem ricas.

Por sua vez, a quimbandeira mandou as jovens acabarem com a vida de uma idosa e levarem-lhe o seu sangue para que o “tratamento” tivesse efeito. Tendo as acusadas concordado com o pedido muniram-se de pedras, paus e uma faca, e levaram a vítima até ao matagal que se encontra próximo do rio da Arimba onde agrediram-na até à morte.

Segundo conta a DIIP-Huíla, depois de constatarem que a idosa estava sem vida, amarraram-na numa árvore, como se de um suicídio se tratasse.

A detenção foi possível graças a uma denúncia anónima, as três envolvidas foram detidas, pelos efectivos da DIIP da 12ª esquadra da Arimba e serão presentes ao juiz de garantia.