Connect with us

Economia

Huambo terá feiras municipais de venda da produção agrícola

Redação

Published

on

O governo da província do Huambo vai implementar, a partir do dia 10 de Setembro, a realização regular de feiras municipais de venda da produção agrícola, com o objectivo de reforçar as políticas de escoamento e comercialização dos produtos do campo.

A intenção consta das deliberações saídas na VII Sessão Ordinária do governo da província, realizada nesta segunda-feira, 31, nesta cidade, sob  a orientação da governadora, Lotti Nolika.

Em declarações à imprensa, o vice- governador para o sector Político, Social e Económico do Huambo, José Cornélio, informou que a estratégia tem como objectivo a realização de acções que salvaguardem o ambiente económico da província e do país, em geral.

Acrescentou que as mesmas feiras serão realizadas com uma periodicidade quinzenal, no cumprimento das orientações do ministério do Comércio e Indústria, dentro dos eixos do Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN).

“Foi a olhar para esta necessidade que o assunto foi discutido durante a sessão do governo, no sentido de se criar as condições objectivas para a realização dos mesmos eventos”, referiu.

O responsável fez saber que, nesta vertente, a primeira edição está marcada para o próximo dia 10 de Setembro e terá como palco o município da Chicala Cholohanga, em função da sua tradição na realização de feiras do género, sendo que as demais serão já realizadas num modelo de regiões, agrupando os municípios, em função da sua zona de localização.

Esclareceu ainda que as mesmas feiras, a serem realizadas preferencialmente aos finais de semana, com uma duração de máximo de dois dias, terão um carácter meramente comercial e não competitivo, em termos de exposição, na venda de produtos do campo, no quadro das estratégias da promoção da produção local e responder aos desafios da diversificação da economia nacional.

Desta feita, pretende-se alcançar resultados nas estratégias de potenciar as famílias camponesas e criar valores na cadeia de sustentabilidade social, para mitigar, gradualmente, as dificuldades sócio-econímia que as comunidades enfrentam.

O vice- governador informou ainda que, na estruturação do plano, o governo da província já pensou na necessidade da melhoria da circulação de pessoas e bens, através da reabilitação das estradas secundárias e terciárias, com a utilização dos kits de terraplanagem cedidos pelo governo central, de modo a  garantir uma melhor cadeia logística, que passa pela sustentabilidade dos projectos.

A prioridade, prosseguiu, vai abranger sobretudo as grandes zonas de cultivo da província, de formas a que haja melhor escoamento feito em vias aceitáveis para  reduzir a estrutura dos custos operacionais.

A VII Sessão do Governo do Huambo analisou igualmente, entre outros temas, a situação de segurança pública da província, o sistema de gestão dos recursos humanos do gabinete da Educação, o ponto de situação do projecto de reintegração dos ex-militares no quadro do programa AGORA, a arrecadação de receitas ao longo do mês de Julho e a revitalização das comissões de moradores.

Constaram igualmente da agenda, a pretensão da retoma da realização do Prémio Huambo de Jornalismo, o ponto de situação da implementação do Programa Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza (PIDLCP) e do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), a análise jurídico-legal do cumprimento do decreto presidencial nº202/2019, de 25 de Julho, a situação sócio-económica do município do Huambo.

Por Angop

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (78)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (15)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD