Connect with us

Politica

Huambo: PRS diz “mexidas” no governo não trará nada de novo

Published

on

O secretário provincial do PRS no Huambo, António Soliya Salende, reagiu hoje, 11, ao Corrreio da Kianda, as nomeações e tomada de posse dos novos administradores e responsáveis do governo da província do Huambo, dafirmando não acreditar no governo dirigido pela Lotti Nolika, por entender que as nomeações e exonerações que estão a ser feitas não trarão qualquer novidade para a província.

O político dos renovadores sociais diz que quando se nomeia um administrador, que no seu entender, não conseguiu gerir uma instituição escolar, não se deve esperar nada do mesmo.

“Quando se tira um administrador que se diz não trabalhou bem, e ir buscar um director que não conseguiu gerir uma escola, isto será pior do que antes”.

“O maior problema é o próprio sistema”, sublinhou.

De acordo com o político, a província apresenta vários problemas, como o facto de haver ainda  crianças a estudar debaixo de árvores, morte de crianças nas unidades hospitalares por falta de medicamentos, entre outras preocupações sociais.

A necessidade do governo do Huambo colocar medicamentos nos hospitais, e “a negligencia medicas que tem matado muita gente”, bem como a “falta de humanismo nos locais de atendimento publico”, são, no entender do políticos alguns dos desafios que o governo de Loti Nolika têm pela frente.

“Os próximos cinco anos de governação serão os mesmos, porque segundo ele, o maior problema é o MPLA, que não mudou e como não bastasse, foi para o pior”, reiterou.

O responsável do PRS no Huambo afirmou ainda que o que se precisa neste momento são lideres que lutam verdadeiramente para o bem estar dos angolanos e de Angola.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *