Connect with us

Mundo

Hamas pede retirada de feridos de Gaza por incapacidade do sistema de saúde

Published

on

O Hamas solicitou este sábado, 21, em comunicado que os feridos sejam retirados da faixa de Gaza “devido à incapacidade” do sistema de saúde do enclave controlado pelo grupo islamita palestiniano.

O director do gabinete de comunicação social do Governo do Hamas, Salamat Maarouf, afirmou que a ajuda que hoje entrou em Gaza pela passagem de Rafah, na fronteira com o Egipto, é limitada e não altera “a catástrofe humanitária” no enclave sitiado pelo exército israelita.

Salamat Maarouf disse que o importante é garantir a passagem segura desta ajuda para cobrir as necessidades humanitárias, além da saída dos feridos para que possam ser tratados.

O comunicado salientou a importância da abertura permanente da passagem de Rafah e da entrada de ajuda devido à escassez de combustível e à falta de medicamentos e produtos de saúde, bem como de alimentos e eletricidade.

O porta-voz do Exército israelita, Daniel Hagari, confirmou hoje em conferência de imprensa que iriam entrar alimentos, água e assistência médica na parte sul de Gaza, mas não indicou o abastecimento de combustível, essencial para o funcionamento da central elétrica do enclave.

Colunistas