Connect with us

Mundo

Guerra: Ucrânia e Rússia perdem mais de 4 mil soldados numa semana

Published

on

No total, dados de Kiev indicam que, desde o início da invasão de Moscovo, um total de 374.520 militares russos morreram em combate. Uma informação ainda não confirmada nem desmentida pelo governo de Vladimir Putin, que, igualmente, numa comunicação feita ontem, refere haver perdas significativas entre o exército ucraniano que ultrapassa os três mil, segundo noticiou o portal russo Sputnik.

O Estado-Maior General das Forças Armadas da Ucrânia fez saber na manhã desta sexta-feira, 19, através de uma publicação na rede social Facebook, que a Rússia perdeu, de quinta para sexta-feira, 920 soldados, bem como 35 veículos blindados de combate, 19 sistemas de artilharia e 20 tanques.

No cômputo geral, de acordo com o relatório ainda não desmentido nem confirmado por Moscovo, desde o início da invasão, a 24 de Fevereiro de 2022, a Federação liderada por Vladimir Putin já perdeu quase 374.520 militares.

Além da perda humana, a Rússia, ainda de acordo com o relatório produzido pela inteligência militar de Kiev, perdeu igualmente vários equipamentos militares, como 6.167 tanques, 11.445 veículos blindados de combate, 11.831 veículos e tanques de combustível, 8.854 sistemas de artilharia, 966 sistemas de foguetes de lançamento múltiplo, 654 sistemas de defesa aérea, 331 aviões, 324 helicópteros, 6.929 ‘drones’, 23 navios e barcos e um submarino.

Também ontem, o Kremlin fez uma actualização dos desenvolvimentos no campo de batalha, não propriamente para responder ao relatório de Kiev tornado público antes, mas para dar conta da situação de acordo com a sua perspectiva, tendo tornado público que, face à inferioridade militar, só na última semana, a Ucrânia perdeu mortalmente 3.500 militares, além de 21 que acabaram capturados, como resultado dos 17 ataques levados a cabo sobretudo nas zonas de Donetsk e Kherson.

Entre outras coisas, os ucranianos, de acordo com a comunicação russa, perderam também 76 veículos militares e 53 sistemas de artilharia, 34 veículos militares, um lançador múltiplo de foguetes Strela-10 e outros equipamentos.