Connect with us

Mundo

Guerra na Ucrânia: Kyiv diz que precisa de “dez vezes mais” ajuda militar

Published

on

A Ucrânia precisa de “dez vezes mais de ajuda militar” do que aquela que dispõe para derrotar a Rússia, afirmou hoje o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Andriy Melnyk.

Numa mensagem na rede social Twitter, Andriy Melnyk afirmou que a Ucrânia agradece o apoio militar dos aliados, mas sublinhou que “não é suficiente”.

“A Ucrânia precisa de dez vezes mais para acabar este ano com a agressão russa”, escreveu o político, sugerindo que os aliados canalizem 1% do seu Produto Interno Bruto (PIB) para o fornecimento de armas a Kiev.

Esta semana, numa visita do secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, a Kyiv, o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que a Ucrânia “precisa urgentemente de caças, tanques, artilharia e sistemas de tiro de longo alcance para atingir armazéns russos, bem atrás da linha de frente”.

Zelensky também exortou Stoltenberg a ajudá-lo a “superar a relutância de alguns parceiros em relação à entrega de certas armas, ou seja, [aquelas] de longo alcance, aviação moderna, artilharia, veículos blindados”.

Para o Presidente ucraniano, a Ucrânia está a pagar “com a vida dos soldados, que ainda não receberam os indispensáveis instrumentos de defesa”.

A ofensiva militar russa no território ucraniano, lançada a 24 de fevereiro do ano passado, mergulhou a Europa naquela que é considerada a crise de segurança mais grave desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

A invasão russa, justificada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, com a necessidade de “desnazificar” e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia, foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que tem respondido com envio de armamento para a Ucrânia e imposição à Rússia de sanções políticas e económicas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *