Connect with us

Partidos Politicos

Grupo de pressão na UNITA pressiona Isaías Samakuva a anunciar recandidatura

Published

on

Uma eventual candidatura de Isaias Samakua à sua própria sucessão, poderá ser anunciada nos próximos dias, segundo  fontes fidedignas do Correio da Kianda, ligados ao Comité Permanente do Galo Negro.

Numa altura em que se aproxima o período limite para a apresentação de candidaturas  para concorrer a liderança do cadeirão máximo da UNITA, um grupo de pressão, conhecido como a “ Staff de Samakuva” tem estado cada vez mais a pressionar o actual Presidente da UNITA, a candidatar-se para a sua própria sucessão.

Segundo a nossa fonte, alguns delegados com fortes influências nas províncias do sul, como Cuando Cubango, Bié, Huila e Benguela, têm sido coagidos pela “Staff de Isaias Samakuva”, com aliciamentos e promessas de acomodação, para defenderem e promover em alguns círculos, a candidatura de Isaias Samakuva.

Apesar de não citar nomes, a fonte avança, que alguns deputados, pré-candidatos ao cadeirão máximo do Partido do Galo negro, tem estado sentir-se cada vez mais inibidos em trabalhar nas suas campanhas de apoio, por, até ao momento, não se definir se Isaías Samakuva poderá ou não concorrer.

Caso se confirme a sua recandidatura nos próximos dias , Isaias Samakuva poderá deixar, tanto os pré-candidatos como os que pretendem concorrer, sem quaisquer chances de ganhar as eleições internas, que terão lugar durante o congresso ordinário do partido que se realiza nos dias 13 e 15 de Novembro próximo, uma vez que quase todos os delegados influentes têm sido seus pupilos.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Amaral Costa

    23/09/2019 at 3:18 pm

    Não me parece que Isaías Samakuva se recandidate. Tudo tem o seu tempo, e o tempo de Isaias Samakuva terminou. A UNITA e sobretudo Angola, precisam de um novo rosto, nova dinâmica e novas ideias na condução do Partido. É tempo de renovação, a transição foi efectuada com sucesso, impõe-se agora uma nova liderança, capaz de mobilizar, não só os militantes mas a sociedade civil em geral. Saibam os delegados ao congresso entender do que o país precisa, para cumprimento dos ideais de Muangai.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *