Connect with us

Sociedade

Governo submete três mil professores ao teste de covid-19

Published

on

Três mil professores do ensino geral serão, nesta quarta-feira, 30, em Luanda, submetidos ao teste rápido serológico de covid-19, para aferir o nível de exposição do vírus Sars-Cov-2 na classe docente, numa altura que faltam apenas sete dias para o início das aulas no II ciclo do ensino secundário e superior.

Ao actualizar os dados da covid-19 das últimas 24 horas em Angola, o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, fez saber que os testes aleatórios serão feitos a partir das 8h, no Largo das Escolas, junto ao IMNE Marista, em Luanda.

Na ocasião, o também especialista em saúde pública deu a conhecer que em cada 100 pessoas testadas em Angola espera-se ter pelo menos cinco infectadas pelo vírus, o que representa uma taxa esperada de positividade de 5.4 por cento.

Quadro epidemiológico nacional

Com o diagnóstico de 79 novos casos positivos, nas últimas 24 horas, a província de Luanda continua a ser o epicentro da doença, somando um acumulado de 4.391 infectados.

Do total de casos registados em Luanda, 2.570 são activos, 1.658 recuperados e 163 pessoas morreram por covid-19 na capital do país.

A seguir vem a província do Zaire, que até ao momento notificou 116 casos, sendo 78 pessoas foram recuperadas e 47 estão em seguimento clínico.

Cabinda contabiliza 103 doentes, dos quais 101 casos activos, um recuperado e igual número de óbito.

Benguela soma 62 infectados, sendo 48 activos, onze recuperados e três óbitos.

A província do Huambo tem 50 casos, registando 24 activos, igual número de recuperados e dois óbitos, enquanto o Cuanza Norte conta com 26 infectados, dos quais um activo, 24 recuperados e um óbito.

A Huíla regista um total de 18 casos (15 activos, três recuperados e um óbito) e o Bengo soma um total de oito doentes (dois activos, quatro recuperados e dois óbitos).

O Bié conta com cinco casos activos, sem o registo de nenhum recuperado e óbito. O Cuanza Sul também registou cinco doentes, sendo quatro recuperações e uma morte.

Cunene tem três casos – dois recuperados e um activo.

Paralelamente ao Cunene, a província do Moxico também soma três infectados, mas ainda não foram recuperados.

O Cuando Cubango teve dois casos que culminaram em morte.

A Lunda Norte teve um caso que foi recuperado, igual número nas províncias de Malanje e Uíge, enquanto a Lunda Sul também regista um doente activo.

Com esse quadro estatístico, o país contabiliza um total de 4.797 infectados, dos quais 2.808 activos, 1.813 recuperados e 176 óbitos.

Desde a notificação dos dois primeiros casos positivos de covid-19 em Angola, em Março último, a província do Namibe é única, das 18 províncias do país, que ainda não registou nenhum infectado.

Por Angop