Connect with us

Politica

Governo recuperou USD 4,9 mil milhões entre bens e dinheiro, diz João Lourenço

Redação

Published

on

O presidente admitiu ontem que o Estado angolano terá sido lesado em valores superiores aos já anunciados 24 mil milhões de dólares, devendo surgir “números bem maiores” à medida que se forem aprofundando as investigações judiciais.

No discurso sobre o Estado da Nação que marcou a abertura do ano parlamentar, João Lourenço abordou a luta contra a corrupção, que tem sido a bandeira do seu executivo sublinhando a aprovação de diplomas fundamentais e os vários processos crime e cíveis em curso com alguns já transitados em julgado.

“Dizemos pelo menos por que à medida que se vão aprofundando as investigações de alguns processos e seus protagonistas, vão se descobrindo coisas novas, sendo muito provável que mais tarde se venham a anunciar números bem maiores do que este, que, por si só, já ultrapassam a divida de Angola com seu principal credor”, sublinhou, na Assembleia Nacional.

O chefe do executivo estimou que foram já recuperados cerca de 4,9 mil milhões de dólares entre imóveis, dinheiro e outros bens.

João Lourenço destacou que o Tribunal de Contas reforçou as acções de fiscalização sobre as contas públicas, o que tem permitido “moralizar a execução financeira do Estado”, diminuindo as margens para a prática de corrupção, mudando a percepção dentro e fora do país sobre este “nefasto fenómeno”.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (77)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (15)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD