Connect with us

Economia

FMI: Governo recebe mais de mil milhões de dólares para combater impacto da covid-19

Published

on

O Ministério das Finanças (MINFIN) deu a conhecer, através de um comunicado divulgado na noite desta quarta-feira, 25, que o país recebeu do Fundo Monetário Internacional (FMI) mais de mil milhões de dólares, com acesso imediato, no âmbito dos esforços de combate aos efeitos da covid-19.

Conforme detalha o MINFIN, não se trata de um novo empréstimo do FMI ao país. Trata-se de uma resposta do Fundo Monetário Internacional ao apelo da comunidade internacional alcançados no âmbito da Cimeira de Paris, realizada a 18 de Maio, no sentido de mobilizar um pacote de ajuda massiva para ajudar os países, em particular os países africanos, no contexto do impacto da pandemia da Covid-19 e lançar as bases de um novo ciclo de crescimento, passando por uma maior inclusão do sector privado.

“O Ministério das Finanças torna claro que a presente alocação que Angola recebe não é um financiamento adicional no quadro do actual EFF que o país possui com o Fundo Monetário Internacional”, esclarece.

Esta emissão especial de Direitos Especiais de Saque do FMI tem com o principal objectivo complementar os seus activos e os níveis de reserva, de forma a evitar a estagnação e a deflação, bem como conter os níveis de inflação, contribuindo, assim, para promover a criação de benefícios para a economia mundial e para a economia dos países membros, em particular, e principalmente fortalecer a sua capacidade de combate à pandemia de Covid-19.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (18)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (89)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania