Connect with us

Politica

Governo orienta rescisão imediata do contrato com empresa que transportou material de biossegurança da China para Angola

Published

on

O Governo angolano orientou, esta terça-feira, a rescisão imediata do contrato com a empresa encarregue de transportar material de biossegurança da China para Angola.

De acordo com a Comissão Multissectorial para a Prevenção e Combate à Covid-19, está em causa a utilização, “por entidades privadas alheias ao contrato, de parte da capacidade das aeronaves fretadas por Angola, para trazer os meios”.

Num comunicado de imprensa, a comissão adianta que, além da rescisão do contrato, será instaurado um processo de investigação para apurar responsabilidades do sucedido.

O primeiro lote de equipamentos médicos adquiridos na China chegou ao país na última segunda-feira, para ajudar a combater a pandemia, que já infectou 45 pessoas em solo angolano.

De acordo com a Comissão Multisectorial, a carga referente aos meios médicos e de biossegurança será revertida a favor do Estado.

A propósito, o Governo orientou igualmente que a TAAG assuma a operação de transporte dos meios que ainda se encontram na China.

 

C/ Angop

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Fernando Bastos

    15/05/2020 at 10:26 pm

    Será que os bois têm nome ? Que quantidade de material não pertencente ao governo veio nestes vōos e a quem se destinava
    o mesmo ?
    Não será que no fim de tudo isto será o governo a pagar pelo rompimento deste contrato ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *