Connect with us

Mundo

Governo japonês nomeia primeira mulher para mais alta patente da marinha do país

Published

on

O Japão nomeou pela primeira vez uma mulher para o cargo de almirante da Força de Auto-defesa Marítima, a mais alta patente de facto da marinha do país, informou hoje a emissora pública NHK, citada pela Reuters.

Natsue Kondo, de 57 anos, directora da escola de candidatos a oficial das Forças Navais do arquipélago, foi também nomeada inspectora-geral regional de uma das cinco unidades deste tipo espalhadas por todo o Japão para supervisionar as operações de segurança e de socorro em caso de catástrofe.

A futura almirante vai chefiar, a partir de 22 de Dezembro, a unidade regional de Ominato, sediada na cidade de Mutsu, no norte do país.

Natsue Kondo vai supervisionar as águas do estreito de Tsugaru e em torno de Hokkaido, marcando também a primeira nomeação de uma mulher para este cargo.