Connect with us

Economia

Governo garante que medidas para estabilizar preços da cesta básica já surtem efeitos

Published

on

O ministro de Estado para a coordenação económica, Manuel Nunes Júnior, garantiu, nesta quarta-feira, em Benguela, que as medidas adotadas pelo executivo para a a estabilização dos preços dos produtos da cesta básica, já estão a surtir os efeitos na vida dos cidadãos.

O governante apontou o Programa Integrado de Desenvolvimento do Comércio Rural (PIDCR), que contempla a venda de 500 carrinhas para o escoamento da produção nacional, como uma das medidas que, na sua perspectiva, tem contribuido para esta estabilização, com destaqu para a a dinamização da vida económica no meio rural.

Sobre o plano de aquisição de carrinhas para o escoamento nacional, segundo o governante, permite a criação de infra-estruturas de armazenamento e escoamento, a promoção do associativismo dos produtores e a comercialização de produtos agropecuários.

Manuel Nunes Júnior referiu ainda que o arroz, coxa de frango, óleo alimentar, carne de porco, carne seca de vaca, grão de milho e leite em pó, constituem os produtos cujo preço no país têm surtido efeito, por meio da exigência do Decreto Legislativo Presidencial Provisório, exarado em Setembro de 2021, que suspendia temporariamente o pagamento dos direitos aduaneiros de alguns produtos da cesta básica.

A redução do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) de 14 para 7 por cento para esses produtos e a implementação da Reserva Estratégica Alimentar (REA) também foi, segundo o ministro de Estado, outra medida que tem contribuido para essa estabilização.

Manuel Nunes Júnior falava, na conferência internacional sobre Logística e Transportes em Angola, que termina hoje, por iniciativa da Universidade Katyavala Buila e do governo provincial de Benguela.

Sobre este assunto, referiu que o sector dos Transportes tem influência no preço dos produtos da cesta básica, sua estabilização no país, e com reflexo no custo de vida prevalescente no país.

Para o governante, é fundamental que se romova a evolução dos sectores dos transportes e logística intermodais, para que o Executivo alcance as suas metas no que respeita à diversificação da economia e a existência em Angola de um mercado que pratique preços acessíveis, sobretudo para os bens de amplo consumo das populações.

Logística e transportes, agro-negócio, aprovisionamento e plataformas logísticas, direito dos transportes, logística da saúde a tendências internacionais inovadoras, são alguns dos temas em abordagem na conferência.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Colunistas