Connect with us

Economia

Governo dá trégua aos moradores das centralidades “agora podem pagar em 30 anos”

Redação

Published

on

Os cidadãos que assinaram contratos com o extinto Fundo de Activos para o Desenvolvimento Habitacional (FADEH), SONIP e Kora podem solicitar ao Fundo de Fomento Habitacional (FFH), por escrito, a alteração das clausulas do contrato a solicitarem o pagamento num período até 30 anos.

No momento dos contratos os inclinos do Estado tinham apenas 20 anos. De acordo com um comunicado de imprensa do Ministério das Finanças, divulgado esta segunda-feira, 25 de Maio, o Fundo de Fomento Habitacional uniformizou o período de pagamento das prestações dos beneficiários das centralidades habitacionais de todo o país, ao abrigo dos respectivos contratos de compra e venda com propriedade resolúvel.

Com esta medida, as prestações vão ser reduzidas e a taxa de esforço ajustada às actuais condições sociais e económicas do país, facilitando deste modo todos os beneficiários com contrato promessa de compra e venda, na modalidade de propriedade resolúvel.

No comunicado de imprensa, o Fundo de Fomento Habitacional manifesta a abertura para o diálogo com os beneficiários que registem atrasos no pagamento das suas prestações por se encontrem em dificuldades.

 

C/ DECRETO

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *