Connect with us

Economia

Governo actualiza taxa de tributação salarial de IRT: Veja o que mudou

Published

on

Foi actualizada a taxa de descontos de retenção de Imposto sobre Rendimento de Trabalho, na tabela salarial de funcionários em Angola, que entretanto, continua a isentar os cidadãos de cuja remuneração salarial é inferior ou igual a 100 mil kwanzas.

A nova tabela de desconto de Imposto sobre o Rendimento do Trabalho (IRT) foi publicada em Diário da República n° 247 de Dezembro de 2023, e extratifica em 12 escalões de rendimentos com as respectivas taxas de descontos.

O segundo escalão é para as pessoas que auferem um salário que varia de 100.001 (cem mil é um kwanzas) à 150.000 (cento e cinquenta mil) Kwanzas. Para este grupo, o governo definiu uma tributação de 13,0%.
Para quem, no terceiro escalão, aufere um salário de 150.001 a 200.000, deverão ver descontado 12.500 kwanzas, correspondente a 16,0%.

Quem tem, actualmente, uma remuneração salarial de 200.001 (duzentos e um mil) kwanzas a 300.000 (trezentos mil) passa a sofrer um desconto de 31.250 kwanzas a favor do Estado. Tal como se vê no quarto escalão da referida tabela anexa ao Diário da República.

O quinto escalão é reservado à trabalhadores, de empresas públicas e privadas, que recebem mensalmente um ordenado que varia entre entre os 300.001 (trezentos mil e um) e os 500.000 (quinhentos mil) kwanzas, sofrendo uma retenção de 49.250 kwanzas para o IRT.

Quem tem um salário que varia entre os 500.001 (quinhentos mil e um) e os 1.000.000 (um milhão) de kwanzas passa a sofrer um desconto de 87.250 kwanzas.

O sétimo escalão é reservado à trabalhadores que recebem um salário que vai de 1.000.001 (um milhão e um) kwanza à 1.500.000 (um milhão e quinhentos mil) kwanzas. Este grupo de trabalhadores, estratificados no oitavo escalão, têm um desconto de 187.249 kwanzas.

Os funcionários que auferem um salário que vai de 1.500.001 (um milhão e Quinhentos mil e um) a 2.000.000 (dois milhões) de Kwanzas estão categorizados no oitavo escalão. Estes têm um desconto de 292.249 kwanzas.

O nono escalão é reservado à trabalhadores que recebem um salário de 2.000.001 (dois milhões e um) a 2.500.000 (dois milhões e quinhentos mil) Kwanzas e que passam a receber 402.249 kwanzas à menos.

Os trabalhadores que têm um salário acima de 2.500.001 e abaixo dos 5.000.000 (cinco milhões) de kwanzas, o seu desconto, para IRT é de 517.249 kwanzas.

Já no décimo primeiro escalão devem estar cidadãos que têm um vencimento mensal de 5.000.001 (cinco milhões e um) à 10.000.000 (dez milhões) de Kwanzas. O seu desconto para IRT deve ser de 1.117.249 (um milhão cento e dezassete mil é duzentos e quarenta e nove) kwanzas.

O último escalão na tabela é reservado à trabalhadores que recebem como salário, acima dos 10.000.001 (dez milhões e um) kwanzas. O seu desconto de retenção para IRT deve ser de 2.342.248 (dois milhões, trezentos e quarenta e dois mil, duzentos e quarenta e oito) kwanzas.

Continue Reading
54 Comments

54 Comments

  1. Antonio

    03/01/2024 at 2:00 pm

    As taxas variaveis ???

    • António

      08/01/2024 at 10:03 am

      Como devemos calcular o irt ??

  2. Eduardo Emi

    03/01/2024 at 4:59 pm

    Mama mia! 😲😲😲

  3. Dabid Joaquim Chimbongue

    03/01/2024 at 6:36 pm

    … desiludido, sinceramente hokhooo…

  4. Sehuali Manuel

    03/01/2024 at 7:31 pm

    E o governo que não ajuda para que o individuo teja um salário digno. Só quer mesmo pegar a parte dele. Isso é demais!!!

    • Alberto Manuel Dias

      05/01/2024 at 8:47 pm

      Saudações de acordo ao horário! A iniciativa do estado foi muito boa de actualizar a tabela, mais em contrapartida tinha que vê-la muito num que diz respeito aos direitos de trabalhador e houvesse pelo menos um aumento salarial, por que pensem ainda comigo um funcionário que recebe um básico de 35000 kzs e é pai de filhos, quando é que irá contribuir para o desenvolvimento sócio-económica do nosso país? Uma vez que estamos numa crise económica.

  5. Manual Miguel

    03/01/2024 at 8:13 pm

    Esperava algo melhor, como por exemplo não tributar todos os benefícios adicionais,taís como prêmios subsídios e outros.

    • DI

      04/01/2024 at 2:41 pm

      Também eu. Também eu

    • Abiniel

      06/01/2024 at 10:03 pm

      Mas gostaria de saber este abaixo de 100 mil é vedado apenas no salário base?

  6. Nyoka

    03/01/2024 at 10:04 pm

    Mamã Nico

  7. André Simão José Pinto

    03/01/2024 at 10:19 pm

    O govorno deveria também algar pela melhoria dos trabalhadores dos privados, sobretudo nas empresas de segurança, ali onde acontece muitas injustiças com salários que hoje com mercado do geito em que se encontra, é pecado. Salário abaixo dos trinta mil kwanzas para que servem?

  8. Ananias Hissossolua

    03/01/2024 at 10:44 pm

    Vão a luta, também ganham muito dinheiro, e nós aqui a ganhar 35.000kzs

    Boô!

  9. Eduardo Fernando

    03/01/2024 at 11:13 pm

    Este governo só pensa no seu estômago! Não cria emprego para os jovens e ainda assim tira do salário dos poucos que trabalham. Está é uma lei injusta.

  10. Jose

    03/01/2024 at 11:36 pm

    Os escalões geram discriminação: os que estão no início do escalão pagarão mais ao Estado do que os que estão no top do respectivo escalão:

    Exemplo no 10 escalão:

    Quem têm um salário acima de 2.500.001 e abaixo dos 5.000.000 (cinco milhões) de kwanzas, o seu desconto, para IRT é de 517.249

    Ou seja, não é justo que quem aufere 2.500.001 pague o mesmo (517.249 Kz) que quem aufere 5000.000.

    • Renato

      05/01/2024 at 9:16 am

      Bem visto.

    • Renato

      05/01/2024 at 9:25 am

      Grande parte dos mamoes que fizeram ou ajudaram a fazer a lei, estao neste escalao de 2.5M a 5.0M por isso como estao mais perto dos 5.0M so pagam 517mil (1/10 salario)….ou seja o mesmo que descontam os que ganham >= 2.5M…descontam 1/5 do salario .
      NEM SABEM DISFARÇAR, A MATEMATICA DELES É POBRE, FICOU LÁ ATRÁS…POR ISSO SEMPRE GOVERNARAM MAL …OPORTUNISTAS

  11. Verissimo Teca

    03/01/2024 at 11:40 pm

    Essa é a taxa fixa. E a taxa variável. Essa noticia é enganosa! Para quem ganha 5000.000,00, o Irt vai a quase 2.200.000,00

  12. João Mário Horácio

    04/01/2024 at 12:00 am

    Estas valores são das taxas anuais ?

  13. Eu de Mesma

    04/01/2024 at 12:05 am

    O que eu recebo em troca dos dois milhões de imposto que estou a pagar ao estado?
    Escola dos meus filhos eu pago colégio, porque escola publica nem tem água canalizadas.
    Eu pago clínica porque os hospitais públicos, o risco de eu sair com outra doença é maior.
    As estradas que eu pago taxa de circulação para visitar os meus familiares quando chove é impossível, porque a zona em que estão não há esfalto
    Quando eu aposentar, o tecto máximo é de 400 mil 2000 kwzs
    Será que isso não é uma tentativa de nos causar doenças cardíacas?
    As pessoas que Elaboram essas leis devem se colocar em nosso lugar; porque isso tira a motivação de quem ganha bem investir em Angola, dessa forma o país vai continuar a ter fuga de capital, por que estado angolano não oferece motivação de quem ganha bem investir neste país. os que têm cidadania portuguesa vão continuar a mandar o dinheiro em Portugal porque não se revê nas políticas angolanas e não sou; todos aqueles que mais pagam impostos e esse não se revêm . É triste porque que faz essas politicas só está interessado a retirar dinheiro das pessoas, não tem plano de desenvolvimento com as pessoas que mais pagam impostos.
    Porque a onde vai esse dinheiro não estamos ver; provas disso são as dívidas do país

    • Jose

      04/01/2024 at 11:31 pm

      Tens muita razão meu irmão. Tás muito certo

  14. Siry Mabo

    04/01/2024 at 12:08 am

    Acho que estas taxas deve sofrer uma revisão para que seja justo nas variações das diferentes tabelas salariais. Se repararem bem,se na verdade quem o(s) definiu ou mesmo o ter calculado talvez ter suficiência nos estudos e analises de cálculos.
    Entretanto, não descurando dessa apresentação, ainda acho que há tempo de ser revisto para não alimentar maus comentários que por sua vez acabando afetar o departamento das finanças ao nível nacional.

    Obrigado

    Atenciosamente
    S.M

    • Siry Mabo

      10/01/2024 at 9:12 pm

      Acho que estas taxas devem sofrer uma revisão para que sejam justos nas variações das diferentes tabelas salariais. Se repararem bem,se na verdade quem o(s) definiu ou mesmo o(s) ter calculado talvez ter dificiência nos estudos e analises de cálculos.
      Entretanto, não descurando dessa apresentação, ainda acho que há tempo de ser revisto para não alimentar maus comentários que por sua vez acabando afetar o departamento das finanças ao nível nacional.

      Obrigado

      Atenciosamente
      S.M

  15. Adelino Farmacia

    04/01/2024 at 1:30 am

    Governantes olhem mas pelos trabalhadores de serviço de segurança privada é lastimável os seus salários no país. 30.000kz em situação que o país se encontre.

  16. Romão

    04/01/2024 at 6:06 am

    Sempre a se aproveitarem do povo

  17. Francisco

    04/01/2024 at 7:19 am

    Parem só me mexer nos subsídios por por favor! Vc nos descontam muito dinheiro, isso não é justo

    • Martinho Muhongo Martinho.

      06/01/2024 at 7:43 pm

      Uma grande verdade, até o subsídio de Natal e de férias sofrem desconto

  18. Francisco

    04/01/2024 at 7:24 am

    Parem só de mexer nos nossos subsidios por favor! A gente Já ganha mal, portanto passam só a descontar no básico

  19. Samuel Muhongo

    04/01/2024 at 7:30 am

    Errêh, quando eu ganhar 5.000.000,00 , vão me descontar já mesmo 517.249,00 ?

  20. José Paulo Zedão

    04/01/2024 at 8:27 am

    Epah enfim ..fazer o que neh!!!😭

  21. Juvenal Bacontrole

    04/01/2024 at 9:11 am

    O IRT não deveria atingir os valores adicionais. Talvez assim poderia minimizar os danos destes descontos.

  22. Hernani Ribeiro Mbokani

    04/01/2024 at 12:58 pm

    Comprimentos nus vossos fuso horário também queria esta oportunidade se deus me ajudar ou me dar esta oportunidade irei de abraçar com duas mãos.

  23. Simão Miguel

    04/01/2024 at 3:50 pm

    Para mim a Educação e Saúde não deveria pagar o IRT porque se nós vermos são únicos trabalhadores que estão presentes em todo parte do país não têm qualquer regaria dependendo do próprio salário mais mesmo estão em todas aldeias comunas, e municípios!

  24. Jose fux

    04/01/2024 at 7:51 pm

    Afinal há pessoas q ganham 10 milhões por mês? Assim eu faço o q com 80mil? Pago a renda, pago táxi, pago almoço no serviço pra não morrer a fome, preparo com ele a roupa pra trabalhar durante o mês? Me falam ainda o q é q eu faço com 100$?

  25. Luciano de Oliveira

    04/01/2024 at 8:45 pm

    O governo não deveria descontar os funcionários que trabalham nos municípios mais precárias, porque não à condições de trabalho, transporte, casas para os funcionários públicos, alimentação tudo é na custa do funcionário que já ganha mal mesmo ficando destacado!

  26. Jorge Comboio

    05/01/2024 at 7:05 am

    O desconto na retenção na fonte não são os valores que aparece ali, mas sim estes valores dos escalões refere se a parcela fixa. O que se deve fazer é calcular por percentagem de cada escalão caso contrário não bate certo.

  27. Doravante.castro

    05/01/2024 at 7:08 am

    Esse governo do mpla não vale nada

  28. Orlando Sukuakuetche

    05/01/2024 at 7:49 am

    Governo ganancioso 👿 quer tudo para ele.

    O que o povo realmente precisa não fazem 🤮🤮🤮🤮.

    Nós também precisamos ouvir que o salário base nacional é 100 mil.

  29. Bernabe Vidal

    05/01/2024 at 12:57 pm

    Os cidadãos têm que pagar sim os o imposto de rendimento de trabalho (IRT) desde que este imposto se reflita nas vidas dos cidadãos. E não para beneficiar uma meia dúzia de espertos.

  30. Domingos Tomás Gonga Morais

    05/01/2024 at 1:05 pm

    Só Deus no comando.

  31. António

    05/01/2024 at 1:43 pm

    Está atualização da nova tabela salarial, não visa benéfico ao tralhador, senão ao Estado. O certo seria, o IRT, deveria ser aplicado ao salário base e não o líquido total. O Estado ainda nos rouba sistematicamente, sou da opinião o imposto do IRT só no salário base.

    • Maria Wandi

      05/01/2024 at 8:07 pm

      O pior é que quando tiras férias se recebes algum subsidiozinho, eles te tiram este subsídio, porquê estas de férias e não tens direito. Em contrapartida descontam o imposto.
      Se é imposto sobre o rendimento do trabalho, porquê que tiram se a pessoa está de férias?
      Se cortam o subsídio não deviam cobrar o imposto.

  32. Zinu

    05/01/2024 at 9:37 pm

    Esses não querem saber do povo. Só querem tirar o pouco que temos e mandar para as contas deles

  33. Assunção de Castro

    06/01/2024 at 1:24 am

    Praticamente não melhorou nada.

  34. NTUNGUI PECÓS

    06/01/2024 at 6:23 am

    É triste, ouvir isso..!!! Até quando, valorizar-se-ao, O Angolano..?! Sabeis muito bem que, existem diferenças entre o Salário e o Vencimento:
    – Quando é que o Angolano, começará ganhando o Seu vencimento ? Agora, até o pouco que lhe oferecem pelo seu Suor, ainda lhe tirem dê novo ? Meus Senhores, Sê revejam BEM

  35. Magalhães Buando

    06/01/2024 at 7:50 am

    Após a publicação desta informação é necessário que haja também supervisão, pós existem muitas empresas privadas que descontam IRT, salários inferiores ao estabelecido.

  36. Domingos Manuel

    06/01/2024 at 9:17 am

    Antão andaram a nós extorquir…!

  37. António Bango Manuel

    06/01/2024 at 11:25 am

    A dominação de homem para homem ainda não acabou,,, até um certo ponto puder faz confusão…

    • Isa

      06/01/2024 at 7:37 pm

      Mensais mesmo, para a Nossa desgraça

  38. Samuel Cavili

    06/01/2024 at 2:40 pm

    Não seria mais fácil Tributar apenas Apartir do VENCIMENTO BASE, envez de tributar até nos subsídios e prémios? Deste jeito não mudou nada com o que já estava.

  39. Lelofo

    06/01/2024 at 3:44 pm

    Notícia imprecisa, de quem escreve sobre o que não aprendeu, entendeu ou não estudou. Tudo mal explicado. Estamos paiados…

  40. Alexandre Muela Tiago

    06/01/2024 at 7:25 pm

    Está reduzir é porque vai receber a redução em um outro imposto ou taxa. Redução e aumento nos preços de bens de consumo e transporte

  41. [email protected]

    06/01/2024 at 11:16 pm

    É uma tabela que devia ser injusta para alguns ex 100 000 Está isento e 101000 00 não com a taca de 13% o jovem de 101 000 passa pode aferir um salário inferior ao anterior…exercício 100.000 -0% = 100.000
    101.000 -13%= 87870.00
    Penso que não é justo.

  42. [email protected]

    06/01/2024 at 11:37 pm

    Ou seja
    É uma tabela que devia ser revista para alguns. ex: um funcionário com um salário de 100 000 Está isento um funcionário com um salário de 101000 00 não. com a taxa de 13% o funcionário de 101 000 pode oferir um salário inferior ao anterior…exercício 100.000 -0% = 100.000
    101.000 -13%= 87870.00
    Penso que não é justo.
    Por outro lado venho louvar a medida do executivo , afim de de ver reduzido a injustiça nos descontos.

  43. Siry Mabo

    10/01/2024 at 9:11 pm

    Acho que estas taxas devem sofrer uma revisão para que sejam justos nas variações das diferentes tabelas salariais. Se repararem bem,se na verdade quem o(s) definiu ou mesmo o(s) ter calculado talvez ter dificiência nos estudos e analises de cálculos.
    Entretanto, não descurando dessa apresentação, ainda acho que há tempo de ser revisto para não alimentar maus comentários que por sua vez acabando afetar o departamento das finanças ao nível nacional.

    Obrigado

    Atenciosamente
    S.M

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *