Connect with us

Destaque

“Se depender de nós o povo, João Lourenço pode continuar a Governar o País por mais trinta anos”-Afirmam populares de Cabinda

Published

on

“Fique descansado senhor Presidente, o pagamento de tudo que está a fazer por nós  aqui, será pago com o nosso voto em Agosto. E Se depender de nós o povo de Cabinda, o Presidente João Lourenço poderá  continuar a Governar o País por mais trinta anos-Afirmam populares de Cabinda presentes ao acto de inauguracão do hsopital geral local.

Entusiasmo, alegria e satisfacão e lágrimas nos olhos,  foi o cenário visível em centenas de cidadãos locais, que ao redor, testemunharam na última quinta-feira, 21,  a inauguracão do Hospital Geral de Cabinda, conscientes e dos benefícios da infraestrutura. Gritos de alegria foram ouvidos até de políticos, e membros do Governo  presentes ao  acto, no momento em que o Chefe de Estado descerrava a placa e fazia o corte da fita, que simbolizava  inauguracão do imponente hospital.

Entusiasmo, alegria e satisfação e lágrimas nos olhos,  foi o cenário visível em centenas de cidadãos locais, que ao redor, testemunharam na última quinta-feira, 21,  a inauguração do Hospital Geral de Cabinda, conscientes e dos benefícios da infraestrutura. Gritos de alegria foram ouvidos até de políticos, e membros do Governo  presentes ao  acto, no momento em que o Chefe de Estado descerrava a placa e fazia o corte da fita, que simbolizava  inauguração do imponente hospital.




A par do Povo, o goverNador local  e a Ministra da Saúde enquanto titular do sector agradecem com entusiasmo ao Titular do Poder executivo, com as seguintes palavras: “ Serão obtidos enormes ganhos”, com a reversão do número de pacientes com necessidades de evacuação para o exterior. Sílvia Lutukuta, no seu discurso enalteceu a figura do Chefe de Estado.

“Nunca Cabinda ganhou uma unidade desta dimensão”, afirma o governador, acrescentando que, com o novo hospital, os cidadãos de Cabinda vão poupar dinheiro e deixar de efectuar “viagens arriscadas” para o estrangeiro, à procura de tratamento de várias doenças de que padecem. “O triste cenário de ver famílias a viajar para o exterior à busca de soluções para a sua saúde” fica ultrapassado, disse Marcos Nhunga, que considerou a Unidade ora inaugurada, como sendo um grande passo para a Provincia que dirige.

João Lourenço considerou a construção da nova infraestrutura hospitalar, um ganho para a população daquela parcela do território descontinuado geográficamente, resto do território, salientando que a situação colocava as populações e o resto do país com algumas dificuldades.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas