Connect with us

Economia

Gesto de Cristiano Ronaldo faz Coca-Cola perder USD 4 bilhões

Published

on

Depois de Cristiano Ronaldo retirar da sua frente duas garrafinhas de Coca-Cola, durante uma conferência de imprensa, nesta segunda-feira, 14, na Eurocopa, a empresa apresentou uma perda de US$ 4 bilhões em valor de mercado.

O mercado abriu ontem com as acções da Coca-Cola custando cerca de USD 56,10. Meia hora depois, as acções apresentaram uma desvalorização de 1,6%, alcançando um valor mínimo de USD 55,22. O jornal “Marca”, da Espanha, destacou que a queda aconteceu 30 minutos depois do fim da entrevista do jogador português.

Durante a conferência de imprensa da Eurocopa realizada nesta segunda-feira, o português Cristiano Ronaldo moveu duas garrafas de Coca-Cola que estavam sobre a mesa. Após afastar os recipientes, o jogador pegou uma garrafa de água e fez gestos dando a entender que o correcto é beber água, não gasosa.

No ano passado, Ronaldo já tinha criticado o consumo de gasosas ao falar sobre a alimentação de seu filho mais velho, Cristiano Ronaldo Júnior, de 10 anos.

“Sou duro com ele, às vezes, porque ele bebe Coca-Cola e Fanta. Eu fico irritado com ele quando ele come batata frita e tudo o mais, e ele sabe que eu não gosto. Até meus filhos menores, quando eles comem chocolate, sempre olham para mim”, disse CR7.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (18)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (89)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania