Connect with us

Lifestyle

Geração 80: programa da Rádio Correio da Kianda analisa principais notícias da semana

Published

on

Académicos mostram-se divididos quanto ao processo de indeferimento pelo Tribunal Constitucional do recurso do projecto político PRA-JA Servir Angola.

O politólogo Olívio Quilumbo pensa que o tribunal cometeu um erro ao tomar esta medida, enquanto, Tito Kambanje apresenta argumentos jurídicos.

Olívio Quilumbo diz que não é bom para a democracia afastar Abel Chivukuvuku e pessoas próximas a ele, de exercer o direito político.

“É mau quando um Tribunal Constitucional trava um processo. Isto está claro que é mau para a política e para a democracia, não é uma questão de organização é uma questão de limitação política”, argumentou, Olívio Quilumbo.

Quanto à subida do preço do barril do petróleo no mercado internacional, os convidados ao programa GERAÇÃO 80, que estreou este sábado na Rádio Correio da Kianda, Kambanje acredita que terá impacto na vida do cidadão e das empresas.

“Perante o aumento do preço do barril do petróleo, infelizmente as despesas são ilimitadas, há sempre despesas por realizar, contudo o crescimento económico não está a acompanhar o ritmo do crescimento populacional. É necessário que o crescimento do barril de petróleo tenha impacto na vida das famílias, das empresas e das pessoas”, disse.

Já Olívio Quilumbo, fez uma retrospectiva e antevê dias difíceis, com alegada falta de boa governação em Angola, e retirada dos big fives (ExxonMobil, Shell, Chevron, BP e Total) para a vizinha República da Namíbia.

“Há uma retirada estratégica dos big fives do petróleo mundial para fora, e estão a ir para Namíbia, porque lá tem boa gestão e prestação de contas”, avançou.

O programa é transmitido todos os sábados, a partir das 10 horas, em 103.7 FM para Luanda ou em www.correiokianda.info, Sintonize-se!

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.

Colunistas