Connect with us

Educação Financeira

Gastar dinheiro online – Conselhos para pais e encarregados de educação

Published

on

 

 

Com o crescimento dos jogos para telemóveis inteligentes, mais e mais crianças e jovens estão a gastar o dinheiro em produtos e serviços online.

A popularidade generalizada dos jogos para telemóveis e para tablets entre os jovens tornou uma das maneiras mais populares pelas quais as crianças gastam dinheiro online.

Embora muitos aplicativos de jogos sejam gratuitos, eles também possuem recursos ‘premium’ pelos quais você precisa pagar para aceder e usufruir de mais níveis, de mais algo que me permita ir mais longe.

Com os “Fortnite V-bucks”, “FIFA Coins” e “Roblox Robux”, a moeda no aplicativo permite que os jovens comprem acessórios no jogo, como baús, cartões, skins ou outros itens especiais para aprimorar sua jogabilidade.

Essa moeda é criada para facilitar aos jovens fazer micro-transacções ou compras no jogo, às vezes, sem ter consciência do quanto gastam em dinheiro real.

A monetização é onde os jogos online começam a se parecer menos com ‘brincar’ e mais como jogos de azar e as crianças geralmente não têm estratégias eficazes para gerir os seus gastos.

Outra maneira pela qual as crianças gastam dinheiro on-line através das redes sociais é através de dons de transmissão ao vivo. Popular na China, oferecer presentes digitais para influenciadores durante transmissões ao vivo em plataformas sociais é algo que está a crescer entre os jovens no Reino Unido. O tempo faz o resto de se espalhar pelo mundo.

Aplicativos como “Tiktok”, “YouTube” e “Twitch” oferecem a capacidade de oferecer presentes digitais de influenciadores favoritos, especialmente durante transmissões ao vivo. Alguns presentes podem custar até 30.000 Kz nalgumas plataformas. Os presentes podem ser dados para mostrar apreço, receber ou assistir a conteúdo exclusivo ou em troca de ‘curtidas’e seguidores.

Papá e mamã, proponho o desafio de saber o que os seus filhos fazem nos telemóveis e tablets. Não dê nem partilhe dados bancários, de cartão de crédito aos seus filhos. Permita-se ter o controlo do que eles fazem, com quem conversam, que conteúdos trocam para protegerem os seus filhos, a si ou a vocês pais e depois os dispositivos electrónicos de vírus e outros malefícios.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas