Connect with us

Economia

Gabinete económico da ONU antevê ano difícil para Angola

Published

on

O Departamento de Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas nota que várias Nações africanas têm um excesso de dívida que as ”impede a contracção de novas dívidas”, antevendo por isso um 2024 difícil para as suas populações.

Um relatório sobre as perspectivas económicas mundiais, elaborado por especialistas do Departamento de Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas (UNDESA), antevê um ano difícil para diversos Estados africanos, inclusive Angola.

Os técnicos da ONU justificam a previsão com o excesso de dívida desses países que os impede de contrair novas dívidas.

Ao todo, incluindo Angola, são 18 as Nações que, de acordo com o relatório da UNDESA, possuem um rácio de dívida sobre o Produto Interno Bruto (PIB) acima de 70%, o que, segundo a Análise da Sustentabilidade da Dívida (DS) feita pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial, é considerado ”sobre-endividamento”.

Por exemplo, o rácio da dívida sobre o PIB em Angola está nos 84,9%, em Cabo Verde é de 113% e em Moçambique está nos 90%.

No caso de Luanda, as dificuldades já começam a se fazer sentir, e um eventual aumento nis preços dos combustíveis poderá deteriorar ainda mais a vida das famílias.

O Governo já apresentou o seu plano de endividamento, mas até ao momento não explicou onde há de encontrar os valores monetários desejados.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Países africanos com previsão de crescimento de 3,5% este ano - Correio da Kianda - Notícias de Angola

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas