Connect with us

Sociedade

Futebolista do Cazenga apoiado pela Fundação Adão Costa recebe alta hospitalar

Published

on

Vinte e três dias depois de ter sido encaminhado para uma das unidades hospitalares de referência em Luanda, no caso, o Hospital Maria Pia, onde foi intervencionado por médicos especialistas, num apoio da Fundação Adão Costa, no âmbito da sua responsabilidade social, em parceria com o gabinete da ministra de Estado para os Assuntos Sociais, Carolina Cerqueira e o Ministério da Saúde, o jovem futebolista do Cazenga, considerado como um dos mais talentosos daquele município, que encontrava-se com uma ferida numa das suas  pernas, e  que alegava-se por familiares e amigos como sendo uma “tala”, já se encontra recuperado.

De 15 anos, Manuel Pedro Sebastião Saraiva, que, supostamente, terá sido através do seu talento que lhe foi “atirado uma tala” durante uma partida de futebol, onde o mesmo destacou-se como um dos melhores, recebeu alta hospitalar, na última quinta-feira, 7, na  unidade hospitalar onde encontrava-se internado.

A suposta “tala”, também conhecida como mina tradicional, atirada ao jovem talentoso, começou como uma ferida pequena e com o tempo foi se alastrando, até se tornar numa ferida maior, o que o obrigou a abandonar as quatro linhas do campo e ficar em casa atirado à sua sorte.

Sem condições financeiras, na altura, para dar sequência aos seus tratamentos, os familiares do jovem futebolista, depois de desesperados com a situação, tiveram a sorte de serem visitados pela Fundação Adão Costa, que solidarizou-se com o jovem, e encaminhou-os para tratamento médico.

Agora recuperado, Manuel Pedro Sebastião, não escondeu a sua satisfação à Fundação Adão Costa, e disse estar pronto para voltar às quatro linhas.

De recordar, que numa entrevista concedida a este jornal, aquando do encaminhamento do jovem futebolista ao hospital, o patrono da Fundação Adão Costa, prometeu estender o seu apoio ao jovem, enquadrando-o  no Clube Real Sambila, ligado a referida fundação, onde, à semelhança de outros talentos abraçados por aquela fundação, vai continuar a treinar e a jogar futebol.

Por: Dumbo António

Cazenga: Fundação Adão Costa auxilia futebolista com necessidade de intervenção médica

Colunistas