Connect with us

Destaque

Furioso, Papa ameaça destituir padres nigerianos

Published

on

Num comunicado publicado no último final de semana, o Santo Egídio indica que, na audiência que concedeu a uma delegação católica da Nigéria, o Papa instou os padres e os eclesiásticos de Ahiara a escrever-lhe pessoalmente “pedindo-lhe perdão”.

Na carta, cada um deverá claramente exprimir a sua “total obediência ao Papa”, e estar disposto a “ aceitar o bispo nomeado pelo Papa”, acrescenta o texto, que será enviado por correio dentro de 30 dias, a contar de 09 de Julho próximo.

O Santo Egídio ameaça que os que não fizerem,  serão destituídos da sua função.

Aquando da sua nomeação, em 2012, pelo Papa Benedito XVI, ao posto de bispo de Ahiara, Peter Okpaleke fora acolhido com hostilidade pelos padres locais, que criticaram o Vaticano de não ter nomeado um bispo originário da sua diocese, por questões étnicas.

Como consequência, em Julho de 2013, o cardeal arcebispo de Abuja, John Onaiyeka, fora igualmente nomeado administrador apostólico da diocese.

Durante a audiência de quinta-feira, a que participaram vários padres da Nigéria, assim como os bispos Onaiyekan e Monsenhor Okpaleke, o Papa qualificou a situação de “inaceitável”, dizendo-se  chocado.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas