Connect with us

Politica

Funcionários da Administração Municipal do Talatona impedidos de exercerem suas funções laborais

Published

on

Mais de trinta trabalhadores efectivos acusam o director da fiscalização da Administração Municipal de Talatona, Divaldo dos Santos, de os impedir injustamente de realizarem as suas funções laborais.

De acordo com os trabalhadores efectivos, os mesmos estão nessa situação há mais de um ano. Os funcionários efectivos alegam que não têm acesso aos gabinetes da administração, tendo em conta que os seus postos de trabalho foram ocupados pelos trabalhadores eventuais, que supostamente foram colocados pelo director da fiscalização de Talatona, Divaldo dos Santos.

“Nos sentimos marginalizados por parte do senhor director municipal da fiscalização da administração de Talatona. Ele deu mais poder aos eventuais, em detrimento de nós trabalhadores efectivos. Não trabalhamos; passamos todo dia sentados sem fazer nada, mesmo sabendo que temos um vínculo contratual com o Estado”, disse Manuela Dala, agente da fiscalização da administração municipal de Talatona.

Segundo a nossa fonte, os funcionários efectivos continuam a receber os seus salários mesmo sem efectuarem os trabalhos, e pedem a governadora de Luanda, Joana Lina, para resolver esta situação que estão a viver.

O Correio da Kianda contactou o director da fiscalização da administração municipal de Talatona, Divaldo dos Santos, mas o mesmo negou falar ao nosso jornal.

Por Nzinga Manuel 

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Pedro Henrique

    25/02/2021 at 11:11 am

    É uma situação que carece de atenção por parte do GPL, no sentido de encontrarem um meio termo a estes funcionários que não estão exercer o seu trabalho naquilo que é incumbido.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *