Connect with us

Mundo

França: ministro da Educação apontado como favorito ao cargo de primeiro-ministro

Published

on

Com o pedido de demissão apresentado esta tarde pela primeira-ministra da França, Élisabeth Borne, a imprensa francesa cita o ministro da Educação, Gabriel Attal, como favorito ao cargo.

Pela rede social X, antigo Twitter, o presidente daquele país europeu agradeceu “de todo o coração” à segunda mulher no cargo de chefe do Executivo na história da República Francesa.

“Senhora primeira-ministra, o trabalho ao serviço da nossa Nação tem sido exemplar todos os dias. Implementou o projecto com coragem, comprometimento e determinação. De todo o coração, obrigado”, escreveu hoje, Emmanuel Macron.

Em comunicado, o Palácio de Eliseu confirmou o pedido de demissão, garantindo que Élisabeth Borne, que assumiu o cargo em Maio de 2022, permanecerá exercendo as suas funções até a indicação de um sucessor.

Caso Gabriel Attal, 34 anos, for o escolhido, tornar-se-á no primeiro ministro mais jovem daquele país.