Connect with us

Sociedade

Fortes chuvas inundam mais de 680 residências no Sumbe

Published

on

Como resultado das fortes chuvas que caíram nos últimos dias no Sumbe, Cuanza Sul, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros registou, na quinta-feira, 13, o desaparecimento de uma menor de 12 anos de idade, por arrastão das águas, três feridos, um grave e dois ligeiros, o desabamento de 12 residências e 682 residências inundadas.

Do número de vítimas registadas, segundo comunicado oficial ao qual o Correio da Kianda teve acesso, destaca-se um menor de 5 meses com ferimentos graves, seguido dois outros com ferimentos ligeiros, dos quais um de dois anos de idade e o outro de 14 anos, por desabamento de residências.

As inundações ocorreram nos bairros do Estaleiro, Bumba, Calundo, Cató, Américo Boa Vida, Kissala-2, Canjala-2, bairro Novo, assim como na Comuna do Kicombo.

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros local informa ainda que ficaram igualmente inundados, dois estabelecimentos comerciais, duas escolas, duas igrejas e dois postos médicos.

As chuvas causaram também o desabamento de três muros de vedação de algumas instituições públicas.

“As forças continuam a fazer buscas para a localização da menor desaparecida e encoraja os cidadãos a procurarem locais seguros, para que, em caso de fortes chuvas nos próximos dias, não venham a criar danos, como perda de vidas humanas e bens materiais”, orienta o porta voz dos Bombeiros no Cuanza Sul, subinspector Bombeiro, Eduardo António.