Connect with us

Sociedade

Forças de segurança destroem lavra com mais de quatro mil plantas de “liamba”

Published

on

As Forças do MININT (PNA, SIC e SME) em coordenação com as Forças Armadas Angolanas (FAA), afectas a escola de fuzileiros navais estacionadas no Município do Ambriz, no Bengo, destruíram neste sábado, 18, na comuna da Bela vista, na localidade do Kavunga, uma lavra de cannabis sativa vulgo “liamba”, e procedeu a detenção de sete cidadãos acusados na prática dos crimes de fabrico, tráfico, detenção e alteração de armas e munições proibidas.

De acordo com a policia local, a referida lavra tinha uma  dimensão de dois hectares, tendo sido destruídas mais de quatro mil e quinhentos (4.500) plantas do produto e a destruição da referida lavra, só foi possível graças às informações obtidas pelas forças da ordem e a pronta colaboração da população.

Na mesma operação, também foram recuperadas duas armas de fogo do tipo caçadeiras do fabrico artesanal, bem como a apreensão de 08 sacos de estupefacientes vulgo liamba com a capacidade de 50 kgs de cada.

Os acusados serão presentes ao Ministério Público para os procedimentos legais.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Kamaty Kamuleke

    20/09/2021 at 5:08 pm

    Destruam, mas é as fábricas de álcool.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (24)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (27)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (91)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (22)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania