Connect with us

Economia

FMI aprova empréstimo de US$ 3,9 mil milhões para a Ucrânia

Published

on

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou nesta sexta-feira (19) um acordo com a Ucrânia para conceder um novo empréstimo de 3,9 mil milhões de dólares em 14 meses.

“Este acordo de confirmação substituirá o aprovado em março de 2015, que deveria expirar em março de 2019”, afirmou o FMI em comunicado.

A instituição destacou seu compromisso “para continuar a ajudar a Ucrânia a alcançar um crescimento econômico mais sólido e duradouro”.

O acordo deve ser aprovado pelo comitê de direção do FMI este ano, uma vez que as autoridades de Kiev aprovem o orçamento para 2019 “em sintonia com as recomendações do FMI e um aumento dos preços de aquecimento e do gás”, apontou o organismo.
A Ucrânia está saindo de uma crise econômica severa, agravada pelo conflito armado entre forças de Kiev e os rebeldes pró-russos no leste do país.
O país fracassou reiteradamente na tentativa de lançar um plano de privatizações que cubra o rombo nas contas públicas.
Em 2015, a Ucrânia tinha renegociado uma restruturação parcial de sua dívida e obteve um plano de ajuda de 17,5 mil milhões de dólares do FMI, em troca de medidas rigorosas.

Mas o país encontrou dificuldade para pagar a dívida e cumprir as medidas exigidas pelo Fundo.

A ajuda do FMI é crucial para a Ucrânia, enquanto suas reservas estrangeiras diminuem, e o país deve pagar a vencimentos de dívida até 2020.
Nesta sexta, o FMI insistiu que a Ucrânia deve “reduzir as vulnerabilidades macroeconômicas”, seguir com a consolidação orçamentária, reduzir a inflação e levar adiante as reformas fiscais e nos setores energético e financeiro.

Em 2015, o FMI tinha solicitado para as autoridades ucranianas controlarem seu déficit público e reduzir as subvenções herdadas do período soviético, que pesam em suas contas públicas.

Dos 17,5 mil milhões de dólares prometidos há três anos, só 8,7 mil milhões foram desembolsados pelo Fundo.

AFP

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *