Connect with us

Mundo

Filho do presidente da Guiné Equatorial condenado a três anos de prisão com pena suspensa

Published

on

O vice-presidente da Guiné Equatorial ficou a conhecer esta sexta-feira a sentença da justiça francesa, relativa às acusações de corrupção, desvio de dinheiros públicos, abuso de confiança, branqueamento e abuso de bens sociais, de que era alvo.

Segundo a Lusa, Teodoro Nguema Obiang Mangue – mais conhecido por Teodorin – foi condenado a três anos de prisão com pena suspensa e viu confiscados todos os bens adquiridos em solo francês.

Teodorin – julgado em julho deste ano – foi acusado pelo Ministério Público francês de ter construído um património avaliado em mais de 100 milhões de euros, recorrendo a dinheiros públicos do seu país, nos tempos em que exercia o cargo de ministro da Agricultura.

Entre os bens, entretanto arrestados e hoje confiscados, destacam-se um imóvel de 2800 metros quadrados na Avenida Foch, em Paris, 18 carros de luxo, joias e obras de arte.

Os advogados do filho de Teodoro Obiang Nguema Mbasogo argumentam que o julgamento em França foi uma “ingerência nos assuntos de um Estado soberano”.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *