Connect with us

Desporto

FIFA proíbe 1º de Agosto e Kabuscorp do Palanca de contratar jogadores a nível Nacional e Internacional

Published

on

O 1º de Agosto e o Kabuscorp do Palanca foram proibidos pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA) de contratar jogadores a nível nacional e internacional, por incumprimento com antigos activos.

De acordo com o comunicado do órgão reitor do futebol em Angola (nº07/SG/22) de 17 de Fevereiro, a sanção ao 1º de Agosto surge na sequência de incumprimento da sua obrigação contratual financeira com o ex-atleta Bryan Moya.

A comunicação da FAF, que a ANGOP teve acesso este sábado, não indica valores, referindo apenas que a orientação entra imediatamente em vigor tão logo se abra o período de transferências.

O atacante hondurenho foi contratado pelo clube “militar” na época 2020/21 com um compromisso válido por duas épocas, mas a rescisão aconteceu antes, por acordo mútuo.

Naquela ocasião, uma nota do clube tetracampeão nacional indicava que a decisão fora tomada sem encargos futuros e que não resultava de algum incumprimento contratual.

O comunicado da FAF dá conta de outra acção sancionatória da FIFA sobre o Kabuscorp do Palanca, igualmente por incumprimento contratual, desta feita com o ex-técnico Zaran Maki.

O documento refere que o clube do Palanca não pagou ainda a dívida contraída com o treinador Sérvio, que esteve ao seu serviço de 2012 a 2014.

O Kabuscorp do Palanca também está proibido de registar novos jogadores dentro e fora do país.

Se no 1º de Agosto a situação é nova, já a formação liderada por Bento Kangamba é recorrente.

Em Janeiro deste ano, a FAF já tinha punido o clube campeão nacional em 2013 com a retirada de três pontos no Girabola, por incumprimento do contrato com o antigo guarda-redes José Delgado “Elber”.

Recentemente, o mesmo clube foi intimado pela FAF a pagar, também, uma dívida de 15 milhões e 500 mil Kwanzas ao atleta Bráulio Dinis “Nary”.

Em 2019, após intervenção da FIFA, a equipa foi despromovida à terceira divisão do futebol angolano, por incumprimento com o futebolista brasileiro Rivaldo, e com o congolês Trèsor Mputo Mabi.

 

C/ Angop

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *