Connect with us

Economia

Feira reúne mais de mil produtos feitos em Angola

Published

on

O Presidente do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Apoio a Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), João Nkosi, disse ter sido ultrapassada a expectativa da primeira edição da Expo Feito em Angola (EFA), uma vez que esta teve mais de mil produtos já com o selo nacional, assim como mais de 200 empresas aderentes ao selo Feito em Angola – num evento ocorrido de 15 a 18 deste mês, nas instalações da Zona Económica Especial Luanda-Bengo (ZEE).

“Em termos de volume de negócios há a possibilidade de a edição actual poder vir a superar a feira anterior, em que se arrecadou cerca de 700 milhões de kwanzas”, admitiu, avançando que, “no seu ver, abre-se, assim, um horizonte desafiante para a próxima edição, que terá lugar em Novembro de 2024”.

Por sua vez, o Secretário de Estado da Economia, Ivan dos Santos, considerou o evento como um momento desafiante para os produtores e realçou que desde 2017 as reformas do Governo estão a ser desenvolvidas para acelerar a produção nacional, que consiste na dinamização da economia real.

“Para se ter uma economia real, o Executivo está a criar políticas de negócios para dinamizar o processo de actuação da classe empresarial, que são grandes guerreiros”, sublinhou, o governante.

A feira reuniu empresas ligadas aos ramos da construção civil, alimentação, bebidas, vestuário, indústrias, comunicação social, bem como empresários da República Democrática do Congo (RDC), que participaram de forma excepcional nesta edição.

Colunistas