Connect with us

Desporto

Federação de Judo suspende atleta “Faia”

Published

on

A informação foi avançada, segunda-feira, pelo presidente da FAJ, Paulo Nzinga “Apolo”, durante  conferência de imprensa realizada na sede da instituição, na Cidadela, em Luanda. Durante a conferência de imprensa, “Apolo” denunciou que existem alguns responsáveis no país que têm desrespeitado a nova Lei do Desporto e das Associações Desportivas.

“Há dirigentes a sabotarem alguns pleitos eleitorais nas federações nacionais, para beneficiarem os seus amigos. Alguns responsáveis marcham por cima da nova legislação desportiva. Isto é crónico, e tem sido uma regra quando há eleições”, denunciou preocupado com a situação.       

“Faia” convocou um encontro nacional, realizado na última sexta-feira, na Sala de Convenções da Galeria Nacional dos Desportos, na Cidadela, conduzido pelo presidente da Federação Angolana de Ginástica , Auxílio Jacob, onde foi constituída uma comissão para a marcação de uma Assembleia-geral extraordinária.

A reunião convocada pela judoca do clube militar contou também com a participação de António Gomes, director cessante da Direcção Nacional das Politicas do Desporto, António Monteiro “Bambino” (secretário-geral do Comité Olímpico Angolano) e Mário Rosa de Almeida (vogal do COA).

Para o presidente da FAJ, “Faia” não tem legitimidade para convocar um encontro nacional, nem para a marcação de uma Assembleia-geral extraordinária. “A reunião não tem legalidade, nem quórum dos associados. Quem tem de convocar um encontro nacional são os associados. A Faia convidou para o encontro amigos e simpatizantes da modalidade para a obtenção dos seus intentos”, destacou. 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *