Connect with us

Sociedade

Familiares da menina supostamente contaminada pelo vírus de HIV-Sida acusam Ministra da Saúde de “mentirosa compulsiva”

Published

on

Familiares da menina supostamente contaminada pelo vírus de HIV-Sida acusam Ministra da Saúde de “mentirosa compulsiva”

Os familiares da menina que supostamente foi contaminada pelo vírus de HIV-Sida, num dos hospitais de Luanda, acusam a Ministra da Saúde de ser “mentirosa compulsiva” pelo facto, que segundo os familiares explicam, de estar a ocultar verdades , reafirmando estar, a menina, supostamente livre do Sida após ser encaminhada pela África do sul, onde permaneceu por 9 meses.

Os familiares que recorreram a Rádio Despertar nesta segunda-feira, para contrapor a versão da Ministéria da Saúde, que afirma não estar a menina infectada, mostraram os documentos em posse, que confirmam, que a menina, terá sido contaminada no Hospital Maria-Pia, após uma transfusão de sangue.

Os familiares denúnciam ainda perseguição, por parte de pessoas anónimas, supostamente ligados ao Ministério da Saúde, que os têm intimidado com ameaças de morte.

De recordar, que esta semana, a Ministra da Saúde garantiu em conferência de imprensa, que criança de sete anos que recebeu sangue contaminado com VIH, durante uma transfusão no Hospital Pediátrico de Luanda “David Bernardino”, está livre do vírus da Sida, isto, depois de serem feitos todos os testes médicos.

 

Familiares da menina supostamente contaminada pelo vírus de HIV-Sida acusam Ministra da Saúde de “mentirosa compulsiva”

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas