Connect with us

Politica

“Falta muito trabalho para o MPLA recuperar maior praça eleitoral do país”, considera analista

Published

on

O segundo Secretário Provincial do MPLA em Luanda reafirmou nesta quarta-feira, 14, à Rádio Correio da Kianda, durante o programa Ponto e Vírgula que o seu “partido está aberto para governar com todos angolanos, independentemente da cor partidária ou credo religioso”.

Ermelindo Pereira disse que o discurso do Presidente do MPLA, João Lourenço, “pode ser comparado com a selecção nacional de futebol, que congregou atletas quase todos os clubes e alguns jogadores no estrangeiro”.

Questionado se o MPLA está em condições de participar em eleições na actual situação socioeconómica que o país atravessa, o político reconhece que a situação que o país vive é consequência de factores conjunturais, que podem favorecer a oposição, mas, “os angolanos estão maduros conseguem ultrapassar vários fenómenos e fazer a leitura dos tempos”.

Sobre o assunto, o politólogo Rui Kandove diz que a afirmação do político do MPLA é “uma observação muito ousada e optimista, mas está longe da realidade”, e diz que “falta muito trabalho para os camaradas recuperarem a maior praça eleitoral do país”.

Rui Kandove diz que o segundo Secretário do MPLA em Luanda tem muito trabalho por fazer e pede mais engajamento para equilibrar a tabela nas eleições de 2027.

Já o especialista em questões eleitorais e Coordenador do Observatório Eleitoral Angolano, Luís Jimbo, disse ser “bastante prematuro fazer-se prognóstico dos resultados eleitorais quando faltam três anos para o pleito, tendo em conta a muitos factores variáveis”.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.