Connect with us

Sociedade

Falta de segurança leva enfermeiros suspenderem serviços nocturnos

Published

on

Alguns hospitais do sector primário em Luanda suspenderam as actividades nos turnos nocturnos por falta de segurança naquele período.

A medida resulta do incumprimento por parte da entidade patronal, tendo em conta o acordo firmado em Dezembro último.

Segundo a informação revelada à Rádio Correio da Kianda pelo Secretário Provincial do Sindicato dos Enfermeiros, a suspensão deve-se as agressões que os técnicos de enfermagem em Luanda têm sofrido nos últimos tempos.

Há três semanas, os enfermeiros em Luanda entraram em greve, que entretanto foi suspensa após negociações com o GPL, constando na lista de reivindicações a falta de fármacos e segurança nas unidades hospitalares.

À época, o Governo Provincial de Luanda, sem gravar entrevista, disse à Rádio Correio da Kianda que o sindicato estava “a endurecer a sua posição, depois de várias tentativas de negociações para se encontrar consenso”.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.